sábado, 28 de maio de 2011

Blogagem profética: Blogs como instrumentos da voz do Reino de Deus

Julio Severo

Dias atrás, recebi mensagem de alguém que visitou meu blog:

Julio, tubo bom?

Na ultima terça feira (26/04/2011) na hora do almoço eu estava cochilando e durante o sonho me veio um nome na cabeça. Eu não costumo anotar meus sonhos, mas o nome estava muito claro. Acordei e anotei o nome que veio no sonho: JULIO SEVERO.
Nunca tinha ouvido falar no seu nome antes e quando cheguei coloquei no Google e vi que vc tb é um cristão e que luta para que o princípios do Evangelho não sejam corrompidos.
Bom, não acredito em coincidência…Eu também não acredito em coincidência, pelo menos não desse tipo.
Em minha entrevista à revista Cristianismo Hoje eu disse:
No começo de 1995 senti claramente Deus me dirigindo a escrever um livro sobre a ameaça do movimento homossexual. Durante algumas semanas, hesitei, pois o tema homossexual era um tabu enorme. Não havia paradas gays, nem a obsessão homossexual que vemos hoje em tudo: escolas, mídia, etc. Depois de algum tempo, venci meus temores e aceitei o chamado do Espírito, começando a pesquisar sobre o movimento homossexual. Quando, em meados de 1995, ocorreu no Brasil a primeira conferência internacional da ILGA no hemisfério sul, entendi a intenção divina de me chamar para o combate, pois depois da conferência os grupos gays brasileiros ganharam um impulso extraordinário para avançar. Deus antecipou essa agressão espiritual do inferno com uma ação da agenda do Reino de Deus. Foi assim que nasceu meu livro “O Movimento Homossexual”, publicado pela Editora Betânia em 1998.
Quando meu livro “O Movimento Homossexual” foi publicado em 1998, muitos o acharam exagerado e disseram que suas previsões nunca ocorreriam. Infelizmente, acabaram ocorrendo. E quem leu, hoje me chama de profeta. O exagerado de ontem é o profeta de hoje.
Em 1999, ao receber um exemplar autografado do meu livro O Movimento Homossexual, o Bispo Robson Rodovalho disse ter sentido uma revelação onde no futuro eu seria muito perseguido por causa da mensagem do meu livro, tendo de fugir de lugar para lugar. Foi uma palavra profética certeira, porém me entristece ver aquele que a entregou tendo se ligado ao sistema político que originou o PLC 122 e outras barbaridades.
Em 2002, mesmo sem um blog, comecei a alertar contra uma vitória eleitoral de Lula. Em 2003, com apenas uma página de artigos no JesusSite, revelo ao Brasil em primeiro mão que o governo Lula havia apresentado na ONU uma resolução classificando o homossexualismo como direito humano inalienável. Essa foi a primeira vez que esse tipo de iniciativa chega à ONU.
Depois da minha denúncia, um deputado federal pediu, da tribuna do Congresso, explicações ao governo pelo fato de que os representantes brasileiros na ONU estavam tomando atitudes sem o conhecimento do povo brasileiro e do Congresso. Houve também um abaixo-assinado contra a resolução do governo Lula e o site JesusSite sofreu ataques de hackers, chegando a ficar fora do ar. Apesar das muitas ameaças que recebeu para remover meus artigos, o JesusSite permaneceu firme.
A pioneira resolução do governo Lula na ONU nunca avançou, e a ILGA, a maior organização homossexual do mundo, se queixou de que uma resistência de base dentro do Brasil originada de sites “extremistas” estava ajudando a deter a resolução. Quem foi que disse que hoje não há pequenos Davis para deter gigantes Golias?
Com as obsessivas políticas pró-homossexualismo do governo Lula, a mensagem do meu livro, que antes era vista como exagerada, estava agora fazendo muito mais sentido. Até mesmo parlamentares estavam, em seus discursos no Congresso, fazendo referência ao meu livro.
Depois de uma insistência inspirada de um querido irmão da Chamada da Meia-Noite, acabei criando um blog no começo de 2005, e esse irmão me orientou em todos os passos iniciais. No primeiro ano, publiquei muito pouco.
Somente depois é que fui escrevendo alertas para o Brasil com mais regularidade. E Deus me honrou. Na mesma época, o filósofo e teólogo reformado Harold O. J. Brown me convida para escrever a matéria principal do seu periódico acadêmico The Religion & Society Report. A matéria, que foi publicada em versão impressa em inglês em agosto de 2006 e tem uma versão online em inglês, conta também com minha tradução. Essa foi primeira vez que vi meu trabalho de alerta sendo reconhecido por um respeitável meio de comunicação internacional.
Minha voz pequena, através do meu blog, estava agora mostrando aos Estados Unidos e ao mundo a face gayzista de Lula e sua ideologia socialista. O próprio Dr. Brown me disse que ele não sabia que Lula era tão radical, e ele queria ajudar as pessoas fora do Brasil a conhecer a verdade.
Em 2007, dei entrevista para LifeSiteNews, que é o maior site católico de notícias pró-vida do mundo. Era a minha pequena voz ecoando com valores imutáveis que transcendem fronteiras.
Entretanto, no que se refere à atuação do meu simples blog, o que mais marcou em 2007 foi a conscientização do PLC 122. Em fevereiro de 2007, um grupo de influentes católicos conservadores me procurou para participar de uma campanha de esclarecimento. Eles haviam lido os meus textos sobre a homossexualidade, preparado um documento com base nos meus artigos e queriam apenas que eu o assinasse. A parte deles seria divulgar o documento. A minha parte seria dar meu nome.
A campanha avançou muito. Depois de março de 2007, o incêndio de esclarecimento foi aumentando até ficar “fora de controle”, tendo atingido muitas consciências. Houve, porém, um preço. No próprio ano do começo da campanha, os ativistas gays, numa campanha contra mim, conseguiram convencer o Google a fechar meu blog. Com a intervenção do filósofo Olavo de Carvalho, num artigo no Jornal do Brasil denunciando os ataques contra mim, e manifestações de vários advogados, inclusive um procurador que telefonou ao Google, meu blog voltou ao ar.
Antes de fevereiro de 2007, eu já tinha intenção de denunciar o PLC 122. Mas, durante os meses de novembro e dezembro de 2006 e janeiro de 2007, eu estava refugiado com minha família, devido a perseguições, num lugar sem internet.
Antes dessas perseguições, Deus havia usado um ex-homossexual para me alertar. E novembro foi justamente o mês da aprovação do PLC 122 na Câmara dos Deputados. Mesmo sem poder agir, passei várias semanas literalmente incomodando o Dr. Zenóbio Fonseca para escrever um artigo contra o projeto anti-“homofobia”, até porque seu conhecimento jurídico era vital. Seu trabalho de assessoria não lhe dava tempo. Mas finalmente ele conseguiu escrever o texto. Logo em seguida, estava pronta a mensagem de mobilização dos católicos, a qual foi enviada para incontáveis milhares de e-mails e outros meios. O resto é história.
O resto é uma história em que centenas de blogueiros, sem mencionar milhares de encaminhadores de e-mails, reproduziram os alertas contra o PLC 122 numa corrente tão forte que sua aprovação, que se julgava como certa com o apoio influente e imponente do governo e da mídia, acabou adquirindo um prognóstico duvidoso, graças à resistência principalmente dos blogs evangélicos e católicos.
Se dependesse também da indiferença, descaso e omissão de revistas católicas e evangélicas — com um cristianismo raso e ideologias políticas de raízes profundas — o Brasil estaria hoje vivendo a plenitude do Reino do PT, com um PLC 122 aprovado pairando como guilhotina sobre a cabeça dos cristãos com voz profética.
Entretanto, os blogs que espelham a voz do Reino de Deus estão provocando um impacto muito importante diante do enorme poderio das revistas, jornais e redes de televisão que espelham — e são pagos para espelhar — a voz da ideologia e do sistema de idolatria estatal.
E diferente dos programas de televisão evangélicos, que ou se omitem ou não denunciam o governo que promove aberrações como o PLC 122, os blogs pró-família não temem abrir a boca contra as ameaças do governo.
A forte resistência hoje ao PLC 122 é um símbolo do que acontece quando blogs desprezados deixam a voz do Reino de Deus fazer a diferença. Se um blog incomoda muita gente, muitos blogs unidos no mesmo esforço repercutem muito mais a verdade que abala e incomoda.
No deserto de desinformação de revistas, jornais e blogs que espelham a voz da ideologia e do sistema, Deus pode conduzir até por meio de sonhos aqueles que precisam conhecer a verdade.
Esse é o valor que Deus dá aos blogs que espelham a Sua voz.
Quer ser usado por Deus através de um blog? Ouça e espelhe a Sua voz.

Nenhum comentário:

Postar um comentário