terça-feira, 14 de junho de 2011

JAIR BOLSONARO: ENTREVISTA À REVISTA PLAYBOY DESMASCARA MAIS UMA TENTATIVA DE IMPOSIÇÃO DO GRUPO LGBT.




Mais uma vez o Deputado Federal Jair Bolsonaro (PP-RJ) fala nada mais que a verdade, na chamada de capa da entrevista cedida a Revista Playboy do mês de junho de 2011.

Com tal colocação, o parlamentar nada mais fez do que constatar mais uma imposição do PLC 122, ou seja, o artigo 7º da referida matéria, é bem claro quanto a punição aos que se recusarem à alugar ou vender imóveis para gays, lésbicas, travestis ou bissexuais.

“Art. 7º-A Sobretaxar, recusar, preterir ou impedir a locação, a compra, a aquisição, o arrendamento ou o empréstimo de bens móveis ou imóveis de qualquer finalidade: Pena: reclusão de 2 (dois) a 5 (cinco) anos.”

Trabalhamos e gastamos suor para conquistar um apartamento ou casa e agora querem nos forçar a alugar para gays, caso contrário, sua pena será de prisão de 2 a 5 anos.

Ora bolas, o que é meu, tenho o direito de alugar ou vender para quem eu quiser, assim como posso não querer alugar um imóvel para um travesti, também poderia não querer cede-lo para um jovem solteiro que hipoteticamente transformaria meu bem particular em um local de festas, possibilitando incomodar os vizinhos, ou até mesmo, me negar aluguel para um casal normal que possua filhos pequenos, e que de alguma forma venha a atingir meus interesses quanto a preservação de meu patrimônio.

Não é novidade para ninguém que a aprovação do PLC 122/06 transforma os gays em uma classe privilegiada incapaz de ser contrariada. Um grupo que se preza, sendo ele de gays ou não, nunca coloca a opção sexual acima da razão ou dos interesses comuns da sociedade.

ABAIXO O PLC 122. COBRE DE SEU SENADOR E DEPUTADO FEDERAL QUE SE MANIFESTEM DE MANEIRA CONTRÁRIA A ESTE ABSURDO. DIREITOS IGUAIS PARA TODOS!

A LUTA CONTINUA!

Nenhum comentário:

Postar um comentário