domingo, 31 de julho de 2011

Bispo do México sob investigação do Vaticano por apoiar organização gayzista

Matthew Cullinan Hoffman

SALTILLO, México, 29 de julho de 2011 (Notícias Pró-Família) — Raul Vera, bispo católico de Saltillo, México, está sob investigação do Vaticano por ter patrocinado uma organização que faz vista grossa à sodomia, de acordo com fontes da imprensa mexicana.

Os jornais da região de Saltillo estão noticiando que Vera recebeu um pedido de informações vindo de autoridades não identificadas do Vaticano com relação à Comunidade Gay e Lésbica de San Aelredo.

A organização San Aelredo, que professa ser católica, ensina os membros que eles podem se envolver com relações homossexuais, mas os incentiva a fazer isso com um único parceiro. O grupo também realiza festivais cinematográficos exibindo produções que aprovam a conduta homossexual.

O bispo Vera publicamente associou sua diocese a esse grupo e tem promovido suas atividades, inclusive o patrocínio de seus festivais cinematográficos, de acordo com reportagens nos meios de comunicação do México. A organização está também envolvida em muitas paróquias diocesanas.

A primeira vez que LifeSiteNews (LSN) fez uma reportagem sobre as atividades da organização San Aelredo foi em 2008, depois de uma investigação que incluía entrevistas com o líder da organização, Noe Ruiz, bem como com o padre diocesano Robert Coogan, que atua como um “guia espiritual” para o grupo. Tanto Ruiz quanto Coogan confessaram para LSN naquele tempo que a organização aprova a conduta homossexual.

LSN publicou informações de contato para a Congregação para a Doutrina da Fé do Vaticano, bem como da Congregação para os Bispos e a Congregação para o Clero em seu artigo de 2008. Contudo, autoridades do Vaticano não agiram até que uma nova série de artigos começou a ser publicada pela agência noticiosa católica espanhola ACI Prensa.
Confirmando para o jornal Zocalo, de Saltillo, que ele recebeu uma “chamada telefônica do Vaticano” e que “tenho de esclarecer coisas”, Vera acrescentou: “Tenho de responder a uma série de perguntas da Cidade do Vaticano que estão perguntando com relação ao meu trabalho com homossexuais, mas é devido a essa agência católica de informações que vem dizendo barbaridades”.
Vera se queixa de que a agência havia feito acusações “sem base” de “que promovo relações homossexuais”.
“E eu, em minha vida, nunca trabalhei para isso. Na diocese de Saltillo temos objetivos muito claros. Trabalhamos com eles [a comunidade homossexual] para ajudá-los a recuperar sua dignidade humana, que está ferida para muitos deles desde seus lares, na sociedade, e eles são tratados como uma calamidade”.
Contudo, depois do pedido de informações do Vaticano, o bispo Vera anunciou para a imprensa que está “reestruturando” o grupo, e removeu Ruiz de sua posição como coordenador do grupo.

Traduzido por Julio Severo: www.juliosevero.com
Fonte: http://noticiasprofamilia.blogspot.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário