sexta-feira, 1 de julho de 2011

Jeronymo Pedro Villas Boas cancela casamento gay outra vez

Lauro Jardim emite nota às 22h22 em 30 de junho e informa:

"O juiz de Goiânia Jeronymo Pedro Villas Boas, que ficou nacionalmente conhecido há quinze dias por anular, pela primeira vez, uma união gay no país, voltou à carga. Villas Boas revogou uma segunda união estável de dois homens que moram juntos há 22 anos. Na recente decisão, o juiz afrontou mais uma vez o entendimento do Supremo, que reconheceu no início de maio esse tipo de relação. A decisão da semana retrasada foi cassada.

Villas Boas disse que, como não há na Constituição previsão implícita ou explícita de que a família possa ser formada por duas pessoas do mesmo sexo, nenhum dos poderes submissos à Carta Magna pode incluir este tipo de relação. Escreveu o juiz:

– O Judiciário não pode alterar a Constituição".

Fonte: Radar Online

Nota blog do Eliseu Antônio Gomes: Villas Boas sabe que a anulação perderá efeito. Trata-se de um ato político, para chamar a atenção da população para a situação que estamos vivendo. Qual? A decisão do STF em querer legislar.
por Eliseu Antonio Gomes

Nenhum comentário:

Postar um comentário