sexta-feira, 15 de junho de 2012

Relembrando 2011: Importante estudo revela: é possível mudar a orientação sexual

Kathleen Gilbert

WHEATON, Illinois, EUA, 29 de setembro de 2011 (Notícias Pró-Família) — Terapeutas que favorecem a normalização da homossexualidade dizem que é impossível mudar a orientação sexual, e que a tentativa de mudar é inerentemente prejudicial. Contudo, os resultados finais de um estudo de longo período publicado na Revista de Terapia Sexual e Conjugal (revisada por outros especialistas) se juntou às centenas de outros estudos ao concluir que tal terapia é tanto possível quanto potencialmente bem indicada para muitas pessoas.

Os psicólogos Stanton L. Jones, da Faculdade Wheaton, e Mark A. Yarhouse, da Universidade Regent, são os autores do estudo longitudinal, que rastreou pessoas que buscaram mudança de orientação sexual por meio do envolvimento com uma variedade de ministérios cristãos ligados ao Exodus International.

Os autores notam que o estudo vence uma crítica principal dos dados de terapia de atração do mesmo sexo (AMS) — que os resultados não são adequadamente documentados durante um período de tempo — ao avaliar seus 98 candidatos por um período de seis a sete anos depois que a terapia terminou.

Os resultados de Jones e Yarhouse mostram que a maioria dos candidatos teve êxito em sua meta de mudar a orientação sexual, e que a tentativa não foi prejudicial em média.

Dos 98 pacientes originais que participaram do estudo, 61 foram com êxito categorizados para resultado geral na última avaliação. Cinquenta e três por cento foram categorizados como resultados bem-sucedidos; especificamente, 23 por cento relataram sucesso na forma de uma mudança essencial para a orientação e funcionamento heterossexual, enquanto um número adicional de 30 por cento relatou que não mais se identificava como homossexual enquanto mantinha uma castidade comportamental estável. Na marca dos seis anos, 20 por cento relataram plenamente adotando uma auto-identificação gay.

Enquanto isso, os autores dizem que a medida do sofrimento psicológico não refletiu, em média, aumentos de sofrimento psicológico ligados à tentativa de mudar.
“Os resultados não provam que a mudança categórica na orientação sexual seja possível para toda e qualquer pessoa, mas em vez disso que mudanças significativas ao longo de uma sequência contínua que constituem reais mudanças parecem ser possíveis para alguns”, declara uma nota à imprensa que anunciou o estudo. A nota também frisa: “os resultados não provam que ninguém foi prejudicado pela tentativa de mudar, mas em vez disso que a tentativa não parece ser prejudicial em média ou inerentemente prejudicial”.

O Dr. Jones disse para LifeSiteNews.com que o estudo provavelmente foi inclinado para gerar otimismo para com a terapia, já que não teve condições de fazer uma contagem dos candidatos que caíram fora no inicio. Contudo, o estudo ainda sobressai em meio a outros pelo seu valor como uma avaliação de período prolongado da viabilidade da terapia da atração de mesmo sexo.

“O ‘padrão de prata’ [dos estudos da terapia de AMS] é um estudo longitudinal que segue pessoas regularmente durante muitos anos e também um estudo prospectivo que avalia as pessoas desde o início da mudança. Até onde sabemos, o nosso é o primeiro estudo desse tipo”, escreveu Jones num e-mail na quinta-feira.

“O ‘padrão de ouro’ seria uma estudo longitudinal e completamente experimental que também ao acaso designaria os participantes para diferentes grupos de tratamento com tratamentos com definições elevadas; cremos que tal estudo realmente seria impossível de realizar”.

Uma meta-análise equivalente a mais de 100 anos de pesquisas em terapias para a atração indesejada de mesmo sexo publicada em junho de 2009 concluiu que a homossexualidade não era imutável, e que os indivíduos que buscavam mudança não conseguiam se beneficiar da terapia. O relatório, publicado pela NARTH, incluiu 600 relatórios de clínicos, pesquisadores e ex-clientes publicados principalmente em revistas profissionais avaliadas por outros especialistas.

Embora a Associação Americana de Psicologia desestimule os profissionais de saúde mental de oferecer terapia de reorientação sexual, a posição oficial da organização sobre tal terapia declara que há “evidência insuficiente” para aprovar ou desacreditar a prática.

A homossexualidade foi retirada da lista de desordens mentais em 1973 do Manual Diagnóstico e Estatístico de Desordens Mentais (MDEDM), o padrão universal para a classificação de doenças mentais, depois de anos de pressões de alto nível por parte de ativistas gays. A mudança provocou uma guinada nas normas em outras importantes associações profissionais, que agora uniformemente se opõem à terapia de AMS.
O Dr. Robert Spitzer, que estava encarregado da mudança no MDEDM, reverteu sua posição acerca da terapia para atração indesejada de mesmo sexo 30 anos mais tarde para apoiar tal terapia com base em sua própria pesquisa.

Relembrando 2011: Perseguição aos blogueiros cristãos

Por Micheline Gomes

Não é de hoje que muitos blogueiros estão sendo perseguidos por publicar em seus blogs, artigos polêmicos; principalmente quando se refere ao homossexualismo, aborto, eutanásia etc.

A maioria da blogosfera conhece o nosso irmão Júlio Severo. Suas denúncias fizeram que Júlio e sua família se ausentassem do Brasil por causa da perseguição, pois o Júlio bate forte mesmo principalmente no que se refere às práticas promovidas pelos amantes do homossexualismo.

Quando alguma notícia vaza na internet, ela alcança uma proporção muito grande, pois a rede tornou-se um mecanismo de denúncia explícita não só através de textos e imagens, mas de vídeos.

O que me entristeceu hoje, foi à perseguição ao capelão Ricardo Ribeiro da Paraíba. Seu blog se chama ResistênciaCristã.

Segue abaixo parte do texto que o irmão Ricardo escreveu:

“Bem, quero lhe dizer que a perseguição já chegou até mim. Eles tem me monitorado e fui demitido do meu cargo de Capelão e a notícia foi dada por um Homossexual de um grupo ativista que atua na minha cidade, na minha porta. Mas, sei que meu Senhor não deixará faltar nada prá mim, minha esposa grávida de 7 meses e minha filha que está chegando. Estou experimentando o que Júlio passou com seus filhos. Seria bom denunciá-los em seu blog, se possível. Agradeceria muito”.

Que eu saiba, constitucionalmente temos liberdade de expressão e opinião. Quando se mexe com o pessoal do homossexualismo, logo se levantam perseguições contra quem é contrário as práticas e direitos dados a essas pessoas.

Ricardo perdeu sua patente de capelão e precisa da nossa ajuda. Visite seu blog e ajude-o em oração, mas se possível financeiramente.

Será que estamos vivenciando novamente o período de ditadura? Ou perderemos a cabeça como perdeu o profeta João Batista por denunciar O PECADO?

Fonte: Michelineblogs
Divulgado no Blog Julio Severo
Divulgação: http://www.mordacagay.blogspot.com

Relembrando 2011: Bispos da Igreja Universal vetam homossexualidade em A Fazenda 4, da Record

Publicado por Renato Cavallera (perfil no G+ Social) em 27 de julho de 2011 .35

A Record, emissora pertencente à Igreja Universal, mostrou que não pretende dar boiada ao assunto homossexualidade.

Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

Segundo relatos os bispos ficam de olho em tudo, e ao menor sinal de fumaça, mandam cortar o áudio. Foi o que ocorreu nesta segunda-feira, dia 25, quando uma conversa entre os participantes foi colocada no mudo, sem receio nenhum.

Era uma conversa entre Renata Banhara e François Teles. Banhara, ex-mulher de Frank Aguiar, disse que antes de participar do reality procurou seu advogado para orientações. “A primeira coisa que eu fiz quando soube que ia entrar aqui foi procurar meu advogado, pra saber o que falar e o que não falar aqui dentro”, revelou.

Em seguida, François disparou: “Se alguém me chama de gay aqui dentro, vou processar e esta pessoa vai ter que provar que eu sou isso lá fora”. Foi aí que começou o assunto. A homossexualidade entrou em pauta e parecendo querer evitar uma polêmica, o programa cortou o áudio na hora.

Minutos depois, o pagodeiro Washington, que havia acabado de entrar na conversa, fez sinal positivo com o dedo polegar, no ar mesmo. Imediatamente, a equipe de edição restabeleceu o áudio, momento em que os participantes mudaram de assunto.

Relambrando 2011: Fingindo loucamente


OLAVO DE CARVALHO

Mesmo sem contar os eventos paralelos que a acompanharam em dezenas ou centenas de cidades menores, a Marcha para Jesus 2011, em São Paulo, foi de longe a maior manifestação de massas já registrada ao longo de toda a História nacional, pondo no chinelo a "Diretas Já", os protestos estudantis do tempo da ditadura e tudo o mais que a mídia chique enaltece e badala como expressão histórica e paradigmática da vontade popular. Com a diferença adicional de que foi preparada sem nenhuma ajuda de jornais, canais de TV, partidos políticos, fundações bilionárias e outras entidades que injetaram toneladas de hormônio publicitário naquelas efusões de esquerdismo cívico.

Com toda a evidência, a elite opinante tem seu próprio "povo brasileiro", moldado à sua imagem e conveniência, que não coincide em nada com aquele que vemos nas ruas, nas praças, nas igrejas e nas casas.

Se fosse preciso mais uma prova do abismo que separa o Brasil real do Brasil politicamente correto dos bem-pensantes, a Marcha demonstrou que esse abismo não foi cavado só pela ignorância e incompetência dos chamados "formadores de opinião", mas pelo ódio mortal e intolerante que votam a tudo quanto o povo ama, respeita e venera.

O Brasil oficial de hoje é, de alto a baixo, criação de um grupo de professores ativistas uspianos, semicultos e presunçosos, que se acreditavam o cume da inteligência humana e o tribunal de última instância para o julgamento de tudo. Num horizonte mental circunscrito pelas "ciências sociais" com viés entre marxista e positivista, não se ouvia nesse tribunal nem a voz dos clássicos da religião e da espiritualidade, nem a da alma popular brasileira, ali substituída pelo estereótipo prêt-à-porter da militância sindical.

Os profissionais que hoje dominam as redações tiveram sua mentalidade formada por essa gente, não sendo de espantar que ainda tomem os mitos esquerdistas dos anos 60-70 como medida máxima de aferição da realidade, nem que, por isso mesmo, se sintam atônitos e enraivecidos quando um Brasil cuja existência negavam faz ouvir o seu protesto contra aquilo que tomavam como valores certos, definitivos e universalmente aprovados.

Nem espanta que, sem saber o que dizer, apelem aos artifícios verbais mais bobos para salvar o que podem de uma fantasia autolisonjeira impiedosamente despedaçada pelos fatos. Num paroxismo de fingimento, o Sr. Gilberto Dimenstein, por exemplo, nega a realidade do protesto multitudinário, jurando, contra os números, que a cidade de São Paulo é ainda "mais gay do que evangélica". Prova? A Parada Gay, diz ele, é alegre e festiva, enquanto o protesto evangélico é "raivoso". O argumento é doido em si, já que o tom emocional das manifestações não constitui medida de aferição de sua respectiva popularidade ou impopularidade. Se assim fosse, as "Diretas Já", espumando de indignação cívica, teriam sido menos populares que qualquer festinha de aniversário. Mas o julgamento ético aí subentendido é de um cinismo pérfido, ao insinuar que a índole lúdico-carnavalesca das paradas gays é prova de superioridade moral e o protesto indignado dos evangélicos um indício de maus instintos.

De um lado, é claro que julgamento similar jamais ocorreu ou ocorreria a Dimenstein ante explosões de ódio esquerdista ao capitalismo, à religião, a George W. Bush ou ao que quer que fosse. De outro, é preciso ter galgado os últimos degraus da hipocrisia para olhar só a expressão material dos sentimentos sem ter em conta os motivos que os geraram. Afinal, gays em parada saltitam pela cidade, cobertos de batom e rouge, vestidos de freiras ou trajes de sex shop, celebrando os favores estatais concedidos à sua modalidade especial de satisfação sexual. Quem não estouraria de felicidade triunfante ao ver seus caprichos eróticos elevados à condição de méritos oficiais? Bem diversa é a motivação dos evangélicos, que saíram às ruas para precaver-se contra autoridades insanas que ameaçam levá-los à cadeia por delito de opinião.

Deveriam fazê-lo em tom de festa, para não posar de malvados na coluna de Gilberto Dimenstein? Ele finge imaginar que sim. Mas quem acredita em Gilberto Dimenstein? Nem ele mesmo, é claro.

Fonte: Midia Sem Mascara

Relembrando 2011: Resposta da polêmica do caso que vetou a união homo - afetiva Parte 2 de acordo com a interrogação de um Pastor

Resposta da polêmica do caso que vetou a união homo - afetiva de acordo com a interrogação de alguns irmãos- Resposta: Pr. Rafael Nascimento


Meu amado responderei mais não colocarei seu nome por ética e por não haver necessidade disso, está ai a Resposta irmão Reflita, você e todos que defenderam uma causa sem respaldo e que entrou em meu blog apartir de então.

Comentário do Pastor - primeiro videira significa cristo e não você , ele diz em João 15:01 e 02 o seguinte eu sou a verdadeira videira e meu pai é o lavrador , se caso você estiver em cristo você será o ramo, mas como vejo você nem o conceito básico de videira você sabe, e ele continua no versos 02 todo ramo que, estando em mim ,não dá fruto ele corta e todo o que dá fruto ele poda, para que dê mais fruto ainda.

E no verso 05 ele diz eu sou a videira, vós sois os ramos. Quem permanecer em mim e eu nele, esse dá muito frutos pois sem mim nada podeis fazer .
Outra coisa o termo evangélico significa um nome que veio de evangelho, não necessariamente denominação, mas aquele crê em cristo como o salvador de sua vida.
Está em cristo é ser justo acima de que é visto a olhos de homens, pois aqueles que agradam aos homens não agradam a deus e aquele que agrada a deus não agrada aos homens , isso parece que você não lê , ou não quer saber.

Minha Nota: Não falei que era a videira, falei que participava da Igreja Videira, templo, o que você falou está correto, mas fui mal interpretado sobre essa questão, eu me considero um Ramo da Videira (Cristo)

A Constituição Brasileira em seu art. 226 diz o seguinte:

Art. 226 A Família base da sociedade, tem especial proteção do Estado
§ 3º Para efeito de proteção do estado é reconhecida a união estável ente o (homem e a mulher) como (Entidade Familiar), devendo a Lei facilitar sua conversão em casamento.

Correto essa constituição claro que sim concordo com ela grau e gênero, por ser discípulo de cristo, e do messias, mais por que é a constituição de 1988, só que quando foi elaborada a constituição ela não procedia estes indivíduos da sociedade, ou seja, os homossexuais, que também é um erro, pois nós não podemos descartar que eles existem em nossa sociedade e no mundo e também dentro da constituição brasileira precisamente no artigo 5º diz o seguinte: todos nós somos iguais perante a lei, e eles estão incluídos nos iguais, da mesma maneira, temos de formas iguais direitos e obrigações, então se somos iguais em direito em obrigações temos o direito de requerer do estado este direito do mesmo jeito que os homossexuais.

Minha Resposta: quando a constituiçõ foi elaborada já exisita homossexual, mas a homossexualidade era tratada como doença, diante disso, como nucleo da familia foi reconhecido somente homem e mulher, e tem mais não existe um cromossomo meio termo, só existe o masculino, e o feminino

No direito diz o seguinte: tudo que não tem uma proibição é considerado licito então o art. 266 diz que casamento entre legal entre homem e mulher, mas também não faz nenhuma objeção dizendo contra os casamentos homossexuais, então tudo que não tem uma vedação é considerado licito, por isso que, os evangélicos estão errados em jogar o artigo 266 como respaldo.

A minha opinião como cristão é que não existisse casamento entre pessoas do mesmo sexo, minha opinião é essa, com isso não quero que minha opinião seja algo ditatorial, pois assim não vivemos em um país democrático, cuja tem todo tipo de pessoas e gostos e o livre arbítrio, de ter o direito de fazer de sua vida o que bem entender e este direito não poder ser negado.
Você diz que o STF passou por cima da constituição, correto, de certa forma foi de duas maneiras, O STF passou por cima de uma lei que está falha desde o começo, pois não incluiu os sodomitas, nem os homossexuais que são gentes da mesma forma que você e eu, uma lei que diz que todos nós somos iguais perante a lei, quer dizer existe um erro das duas partes, pois se a constituição de 1988 incluísse os homossexuais e complementasse o que diz o artigo 5º que todos são iguais perante a lei em direito e obrigações , este caso não teria tanta polêmica , pois seria algo que tinha equidade.
De o juiz Dr. Jerônimo não querer assinar a união do casamento entre homossexuais eu estou do lado dele, mas como disse anteriormente, que muitos eu acho que não entendeu, é que, um juiz usou uma constituição falha, e uma esfera que esta acima dele aprovou este veredito por entender essa falha da constituição 1988 não incluir os homo afetivos como iguais e que são queira você queira ou não.
O que o juiz poderia ter feito como eu falei e de dizer olha eu por ter a consciência em cristo e minha consciência não permitir que duas pessoas do mesmo sexo se casem, transfiro essa sanção a outra pessoa do qual poderá fazer essa união em minha consciência eu não farei, mas não, ele quis ser o super. herói, e disse eu veto e todo processo que vim nessa causa eu vou vetar ele não foi imparcial e sim ele quis aplicar um conceito religioso dele acima da imparcialidade que ele deveria ter como juiz. E de uma lei que não aplica o conceito de igualdade não incluindo os homo - afetivos tornado os desiguais.

Até agora não usei a bíblia, mas irei coloca-la agora vamos lá:

Levítico 18:22 - diz o seguinte não te deites com varão como se deita com mulher , é coisa abominável.

Romanos 01: 27 - diz o seguinte do mesmo modo, os homens também deixaram as relações naturais com a mulher e se inflamaram de paixões uns pelos outros cometendo atos indecentes, homens com homens, e receberam em si mesmos a punição merecida pelo seu erro.

Em 1 coríntios 06: 09 e 10 - não sabeis que os injustos não vão herdar o reino de deus ? Não vos enganeis. Nem os devassos, nem os idolatras, nem os adúlteros, nem os efeminados, nem os sodomitas.
Nem os ladrões, nem os avarentos, nem os bêbados, nem os mentirosos, nem os roubadores, vão herdar o reino de deus.
Então em todo o processo escrito na bíblia não apenas fala dos homo - afetivos, fala dos roubadores e quantos lideres de igreja digamos a maioria rouba em nome de deus, fala dos mentirosos quantos lideres de igreja é mentiroso eu diria a maioria que pregam falsos ensinos dizendo o que deus não disse, com a intenção de ganhar grana em cima de sua alma.
Outra coisa o fato dele misturar a bíblia com a constituição não tem nada haver , quando ele exerce o cargo de juiz , ele tem que ser imparcial, existe dentro de um País existe todo o tipo de pessoas, gays, homossexuais, heterossexuais, bissexuais, simpatizantes, homonascisante, feminascisante, entre outros, que têm todo o direito igualitário pela a constituição e que depende de um presidente para reger o país.
Vou colocar a constituição brasileira para você entender o que digo:

Artigo 5º da Constituição Federal

Art. 5º. Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:

I - homens e mulheres são iguais em direitos e obrigações, nos termos desta Constituição;
II - ninguém será obrigado a fazer ou deixar de fazer alguma coisa senão em virtude de lei;
III - ninguém será submetido a tortura nem a tratamento desumano ou degradante;
IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato;
V - é assegurado o direito de resposta, proporcional ao agravo, além da indenização por dano material, moral ou à imagem;
VI - é inviolável a liberdade de consciência e de crença, sendo assegurado o livre exercício dos cultos religiosos e garantida, na forma da lei, a proteção aos locais de culto e a suas liturgias;
VII - é assegurada, nos termos da lei, a prestação de assistência religiosa nas entidades civis e militares de internação coletiva;
VIII - ninguém será privado de direitos por motivo de crença religiosa ou de convicção filosófica ou política, salvo se as invocar para eximir-se de obrigação legal a todos imposta e recusar-se a cumprir prestação alternativa, fixada em lei;
IX - é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença;

XLI - a lei punirá qualquer discriminação atentatória dos direitos e liberdades fundamentais;
XLII - a prática do racismo constitui crime inafiançável e imprescritível, sujeito à pena de reclusão, nos termos da lei;
LXVIII - conceder-se-á habeas-corpus sempre que alguém sofrer ou se achar ameaçado de sofrer violência ou coação em sua liberdade de locomoção, por ilegalidade ou abuso de poder;
LXIX - conceder-se-á mandado de segurança para proteger direito líquido e certo, não amparado por habeas-corpus ou habeas-data, quando o responsável pela ilegalidade ou abuso de poder for autoridade pública ou agente de pessoa jurídica no exercício de atribuições do Poder Público.
Quando o STF segundo o conceito de vocês tentou passar a constituição de 1988, que em minha opinião não foi, foi por que a elaboração no sentido factuoso da palavra, abrangia homem e mulher no art. 226 diz isso, mas que o homossexual não deixou de ser homem, só tem a condição pervertida de acordo com a condição que deus escolheu para o homem, mas isso não dar o direito que ele não tenha as mesmas obrigações e direito civil como cidadão brasileiro.
Meu amado na minha parte do que você escreveu da resposta direcionada a mim você disse o seguinte : ele levou em consideração a constituição e também a bíblia por ser evangélico, ele está errado, pois, eu sou pastor também e se estivesse no lugar dele , não levaria a palavra de deus para afirmar minha posição não negando a sua eficácia nem nada disso , claro que a palavra de deus é a palavra correta, mas numa nação um juiz tem que ser imparcial até nessa questão , como já disse , num país laico existe diversidades de crenças e sexualidade , tem pessoas que nem acredita em deus e é ateu , mas nem por isso deixa de ter seus direitos e garantias fundamentais pela a constituição brasileira como cidadão, somos pessoas diferentes e temos que aceitar as diferenças quando vivemos em sociedade , por isso temos o livre arbítrio, deus nos deixou a palavra , mas até o engano ele deixou o homem seguir , para que pelo seu livre arbítrio ele decidisse sobre qual o caminho a seguir, mesmo sendo mal ao seus olhos e não cabe a nós impor nada, nem colocar goela adentro algo, pois o que está acontecendo no mundo são os princípios de dores e também muita apostasia , mais isso o próprio messias disse que aconteceria, e nada podemos fazer contra isso, agora o fato de colocar goela adentro algo bíblico tirando o direito fundamental do cidadão brasileiro que é ser igual perante a lei em direitos e obrigação para afirmar algo bíblico , mesmo sendo homo afetivo , isso é uma injustiça para uma auto afirmação de uma palavra , e se deus estivesse para julgar este caso , ele diria eu não aceito tais práticas , isso é abominação aos meus olhos, mas ele não iria impor nada , ao contrário permitiria o erro para que depois o filho dele se arrependesse , do ato praticado, da mesma forma daquela do filho prodigo vou te lembrar a passagem :
Lucas 15: 11 ao 32
Um homem tinha dois filhos. O mais jovem disse ao pai: Pai, dá-me a parte da herança que me cabe’. E o pai dividiu os bens entre eles. Poucos dias depois, ajuntando todos os seus haveres, o filho mais jovem partiu para uma região longínqua e ali dissipou sua herança numa vida devassa. E gastou tudo. Sobreveio àquela região uma grande fome e ele começou a passar privações.
Foi, então, empregar-se com um dos homens daquela região, que o mandou para seus campos cuidar dos porcos. Ele queria matar a fome com as bolotas que os porcos comiam, mas ninguém lhe dava nada.
E caindo em si, disse: ‘Quantos empregados de meu pai têm pão com fartura, e eu aqui, morrendo de fome! Vou-me embora, procurar o meu pai e dizer-lhe: Pai pequei contra o Céu e contra ti; já não sou digno de ser chamado teu filho. Trata-me como um dos teus empregados’.
Partiu, então, e foi ao encontro de seu pai. Ele estava ainda ao longe, quando seu pai viu-o, encheu-se de compaixão, correu e lançou-se lhe ao pescoço, cobrindo-o de beijos. O filho, então, disse-lhe: ‘Pai, pequei contra o Céu e contra ti; já não sou digno de ser chamado teu filho’.
Mas o pai disse aos seus servos: ‘Ide depressa, trazei a melhor túnica e revesti-o com ela, ponde-lhe um anel no dedo e sandálias nos pés. Trazei o novilho cevado e matai-o; comamos e festejemos, pois este meu filho estava morto e tornou a viver; estava perdido e foi reencontrado!’ E começaram a festejar.
Seu filho mais velho estava no campo. Quando voltava, já perto de casa ouviu músicas e danças. Chamando um servo, perguntou-lhe o que estava acontecendo. Este lhe disse: ‘É teu irmão que voltou e teu pai matou o novilho cevado, porque o recuperou com saúde’. Então ele ficou com muita raiva e não queria entrar. Seu pai saiu para suplicar-lhe.
Ele, porém, respondeu a seu pai: ‘Há tantos anos que te sirvo, e jamais transgredi um só dos teus mandamentos, e nunca me deste um cabrito para festejar com meus amigos. Contudo, veio esse teu filho que devorou teus bens com prostitutas, e para ele mata o novilho cevado!’
Mas o pai lhe disse: ‘Filho, tu estás sempre comigo, e tudo o que é meu é teu. Mas era preciso que festejássemos e nos alegrássemos, pois esse teu irmão estava morto e tornou a viver; ele estava perdido e foi reencontrado!
Você disse somos evangélicos sim ok eu também sou temos o direito de protestar correto, aceito sua opinião devemos nos misturar com politica , claro que sim devemos, pois somos cidadão brasileiro e temos direito e obrigações nessa nação.
Seria nada de inconstitucional o fato é que você mistura religião com lei, e não deve misturar, se o artigo 5º diz que todos são igual perante a lei, essa posição não é inconstitucional, existe sim um erro de não interpretar o homossexual como homem, e sim como algo fora desse contexto, ele não deixa de ser homem pela sua prática pervertida, o que acontece é que ele não tem as práticas correta biblicamente falando.
Você disse que tem o direito de votar e ser votado, da mesma forma que o homossexual também têm este direito como cidadão brasileiro isso não é uma exclusividade do povo que se diz evangélico.
Por que Jesus disse não separe o joio do trigo, por que o joio pode tornar-se trigo e o trigo com seu orgulho e falsa concepção bíblica torna-se joio, se você considera o homossexual joio e se acha trigo por fazer parte de uma denominação ou templo, ou está em cristo dentro de sua concepção, cuidado para não se torna joio, pois nas escrituras diz o seguinte: nem todo aquele que me diz senhor meu senhor entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade do pai, e quando o homem coloca o engano acima da palavra ele não vive em cristo e sim em trevas, dar um exemplo prático para você.
Igreja significa pessoas, mas o protestante surtado acha que é templos e coloca o templo acima da palavra e da concepção do nome igreja, e quem não fazer parte do templo não está em cristo.
Ora se sei que igreja não é templo e digo que se sicrano não estiver em templo ele está desviado e não estará em cristo, então coloco igreja como principal fator de salvação, ou seja, acima da palavra, por que eu que sou a igreja não posso desviar de mim mesmo o que pode está acontecendo é o fato de eu não está em ajuntamento mas, isso não é uma condição para salvação pois a palavra diz quando dois ou mais estiver em meu nome eu estarei naquele local diz o próprio messias, duas pessoas ou mais pode ser em qualquer canto com o proposito de um bem comum ou seja a deus, não necessariamente um templo, qualquer coisa fora desse contexto é engano , se estou no engano não estou em deus , se não estou em deus , estou em trevas , então necessariamente não só o sodomitas ou homo afetivos pode ter a concepção de ida ao inferno, como também, o próprio cristão surtado com a religião e o falso ensino.
Outra situação que o protestante surtado acha é que após a 2º vinda de deus, o povo eleito será levado e os excluídos irão para o inferno, por achar que a igreja templo físico e os que fazem parte dela serão salvo, e não tem nada haver com isso, tanto o trigo e o joio passará pela as mesmas tribulações, tanto você e eu heterossexuais como os homossexuais passará pela as mesmas tribulações, pois seguindo aquele conceito que expliquei antes o joio de hoje pode ser trigo e o trigo de hoje pode ser joio futuramente, aumentando a iniquidade como fala em Mateus 24:12 e por se multiplicar a iniquidade , o amor de muitos se esfriará, por isso jesus disse para deixar o joio próximo ao trigo , pois no verso 13 de Mateus explica , aquele porém que após a tribulação e a iniquidade e passando por ela perseverar até o fim será salvo, por isso que deus diz para deixar o joio perto do trigo por que pode haver uma mudança das duas partes e é na apostasia e após o advento da tribulação e iniquidade que com a perseverança é que vamos dizer quem é o verdadeiro joio e o verdadeiro trigo , sem isso apenas existe um fato falado e não vivido , deus quer a prova e o fato vivido que verá após a apostasia ou seja a tribulação.
É abominação homossexualismo, mas não só homossexualismo, os mentirosos, os roubadores, os idolatras, os bêbados, os sodomitas, os devassos, os falsos profetas, os cães gulosos dos guias falsos (pastores), os ladrões de alma (mestre) e isso a igreja templo físico está cheio, mas o povo não quer enxergar por ter na testa sou evangélico ou sou saduceus, ou fariseus, os donos da lei, ou algo parecido simplesmente usando títulos, placas, e cargos eclesiásticos, mas travestido de cordeiro sendo lobos devoradores, sendo que o próprio diabo se transveste em anjo de luz e confundem os eleitos, que disfarçam dentro da religião que não provêm de deus seu coração mal e perverso, tem muitos desse dentro de templos e o povo para manter os disfarces de religião sem mácula mascara o fato.
A bíblia condena todas essas coisas , não só um único fato, e deus pediu misericórdia e não que o homem exercesse a lei sem amor e misericórdia pois nenhum é justificado por ela mas por fé que não vêm de vós e sim de cristo.
E salvação também não é por merecimento para que ninguém vos se glorie, dizendo senhor pequei pouco ou não bebi nem fumei e nem me prostituir, minha vida foi justa mereço ir para o céu, e ter a salvação, pois a sapiência do homem é a loucura de deus, para deus a sapiência do homem não serve de nada, então a salvação não é por merecimento e sim por graça, que é de graça, sem pagar nada, é um favor imerecido de deus para com homem, e o único procedimento que o homem tem que realizar para ser chamado filho de deus, como você mesmo disse que o pastor DRº Jerônimo é, mas não ele apenas é , mas todos que acredita em deus , ou por acaso você não lê as escrituras , para ser chamado filho de deus basta crer nele e acreditar que ele é o salvador de sua vida e que morreu na cruz por ti , veja tudo em (João 1:12 e 13), veja você mesmo : mas a todos quantos o receberam, aos que crêem em seu nome , deu-lhes o direito de serem feitos filho de deus , os quais não nasceram do sangue , nem pela vontade da carne , nem pela vontade de um homem, mas nasceram de deus, o que significa isso, significa dizer que para muito protestante surtado, doidos varridos, acha que nascer do sangue é fazer parte de um templo, confessar a homens que arrepende-se de seus pecados e posteriormente seguir doutrinas que não é de deus pois deus não habita em templos (hebreus 9:24) e seguir a regras dessa gaiola de loucos, e caso seguir todos os preceitos de Moises que é o velho testamento a qual muitos estão firmado sua fé e não em cristo que é a graça , e seguir a filosofia do vigário de cristo o pai-stor, seguindo a cartilha idealizada por ele , não por cristo será nascido novamente como Nicodemos , e quando vocês estendem que um individuo tem a separação da carne , é ser evangélico e religioso, coisa que também não é de deus, me diga qual a religião do altíssimo?
Ele não tinha religião nem do cristianismo ele foi!
Ele foi judeu quando adolescente e posteriormente desvinculou dos mesmos, pois a próxima vinda será quando os próprios judeus se arrepender e chamar a ele por socorro, outra questão , e que para ser discípulo verdadeiro de cristo o homem tem que agradar a cristo e não a homens , dizer olha aquele irmãozinho daquela redondeza, é de deus e todos amam ele , por que pensa e age feito vocês, segue a regra direcionada pelo pai-stor, e vive perfeito pela a aparência e não pelo o coração, então este homem é de deus na sua concepção e de muitos que vivem o mesmo engano, só que a escrituras diz totalmente o contrário, deus enxerga o coração do homem e não a aparência , segunda coisa é que , aquele que por pregar supostamente a palavra de deus pela a visão de outro enganado , pai-stor, ele torna-se bem quisto por aquele grupo de surtado(evangélicos tradicionais ), não por deus , leia bem devagar este trecho : pois as escrituras diz que quem agrada ao homem não agrada a deus , e quem agrada a deus não agrada ao homem, pois a maioria não será salvo muitos serão chamados mais bem poucos escolhidos e pessoas que vive dentro de um templo achando que deus está naquele local e coloca o templo físico como condição de salvação já vive o engano e não será salvo por falta de conhecimento das escrituras.
você disse no finalzinho da frase: a bíblia condena irmãos o envolvimento de homem com homem, mulher com mulher, quer dizer você e tantos outros evangélicos surtado vive por Regras sobre Regras , se não fosse isso você não diria tais coisas , ou seja você ainda vive pela lei de Moises, que dizia, aquele que pecar deve morrer, e era feita pra os judeus não para nós que somos gentios e éramos impuros para a lei, outra questão é que pela lei ou Regra sobre Regra onde os surtado querem seguir sem preceitos, como você e todos os outros é que aquele que seguisse 99% da lei e errasse em 1% erraria em todos e estaria sob maldição e como ninguém seguia 100% da lei , muitos foram justificado Pela fé e não por obras da lei.
Na lei de Moisés dizia olho por olho dente por dente, na graça diz o salvador se te pedires a túnica dê também a sua capa, la lei de Moises, diz que com ferro fere com ferro será ferido, na graça diz se te bater um lado da face dê também o outro, pela lei de Moisés diz que aquela alma que pecar também morrerá, pela graça diz se te obrigar a caminhar uma milha caminhe duas .
E hoje o povo segue a mesma porcaria dos religiosos que crucificaram cristo, fazendo as mesmas coisas e dizendo as mesmas palavras. (joão 9 : 28 , 32, 33 e 34)
O povo renegou a cristo e preferiu a Moisés como hoje faz a mesma coisa, dizendo: então, o insultaram e disseram: discípulo deles és tu. Nós somos discípulos de Moisés.
Desde que há mundo, jamais se ouviu que alguém tenha aberto os olhos a um cego de nascença, e retrucou alguns: se este homem não fosse de deus, nada poderia ter feito.
Mas eles responderam: tu és nascido todo em pecado e tem ousadia em nos ensinar? E o expulsaram
E Jesus disse (João 5: 45) não penseis que eu vos acusarei diante do pai. O vosso acusador é Moisés, em quem tendes firmado a vossa esperança.
(João 01: 17) – pois a lei foi dada por intermédio de Moisés, a graça e a verdade vieram por meio de Jesus cristo, você enxerga que regra sobre regra não provêm de cristo mais da lei, pois a graça é a misericórdia e o amor, não isso que está sendo pregado.
Você disse: Se vim uma questão para eu decidir, é logico que vou ter que dar minha opinião, não pode passar para outro decidir em meu lugar ai vou está sendo omisso e hipócrita.
Resposta disso: como disse, a lei foi mal interpretada, pois mesmo sendo homossexuais ele são considerados homens, só com atitude pervertida, não foi nada acima da constituição, o fato de não constituir família essa relação, pela consciência bíblica que família é homem e mulher não significa dizer que isso não absorva a lei dos homens e sim a lei de deus, e vivemos a lei dos homens, pois um juiz tem que ser imparcial neste sentido como já expliquei e não vou repetir novamente, ele tem que ser pluralista e não parcialista, você está colocando religião no meio de politica, deus, a palavra eu vivo pra mim e minha intimidade entre deus e mim, isso é algo individual, não imposicional, apelativo e restrito a uma gama de pessoas, o livre arbítrio, o direito civil respeitado, e direito e obrigações pela lei todos têm da mesma forma sem que isso seja invadido por uma questão dogmática, religiosa e fanática, por que até deus deixou o livre arbítrio para o homem, e a opção de aceita-lo ou não se ele disse isso quem é você para dizer o contrário.
E nessa questão não é omissão nem julgamento ele é juiz, está ali para decidir, mas veja a reportagem do fantástico e tire suas próprias conclusões ele não foi imparcial, ele disse sou religioso e isso é contra a constituição coisa que não é, outro fato da lei é que:

Art. 226. A família, base da sociedade, tem especial proteção do Estado.
§ 1º - O casamento é civil e gratuita a celebração.
§ 2º - O casamento religioso tem efeito civil, nos termos da lei.
§ 3º - Para efeito da proteção do Estado, é reconhecida a união estável entre o homem e a mulher.
Como entidade familiar, devendo a lei facilitar sua conversão em casamento.
Analise: Casamento civil gratuito
Casamento religioso tem efeito civil
É reconhecida a união estável entre o homem e mulher para efeito de proteção do estado.
Primeira análise: todos são iguais perante a lei em direitos e obrigações (artigo 5º inciso 1).
A constituição disse todos, isso inclui os homo- afetivos e outras opções de raças e sexo.
Pois a lei regular para homem e mulher está correto é a condição normal para o homem perante a lei dos homens e perante a lei de deus correto sim.
Mas existe homo afetivos, bi- afetivos entre outros, que também faz parte da sociedade brasileira, e estão incluídos neste todos são iguais perante a lei, a lei diz também que ninguém será alvo de discriminação por sexo, raça, convicção politica, religiosa.
Para ser justa a lei não posso tirar o direito fundamental de um cidadão simplesmente pela a sua opção sexual, por a lei dizer que todos são iguais em direitos e obrigações, o fato de não concordar com a prática homossexual, não dar a liberdade e o direito de tirar o que é de direito do individuo, se tiro este direito, não há igualdade para que tenha uma democracia com todos os tipos de opiniões, que é permitido por lei salvas guardo o anonimato.
O fato de a união homo- afetiva não constituir filhos do próprio ventre, não quer dizer que não possa ser constituído família.
Ai você indaga como dois homens moralmente falando pode passar educação para uma criança se a própria condição dele é pervertida.
Resposta – numa união homo- afetiva pode existir família sim, existe adoção, e por existir adoção pode haver família, agora se a condição psíquica da criança vai ser boa ou não isso eu não posso afirmar que sim e que não, da mesma forma que uma união entre homem e mulher não existe também nenhuma garantia que os filhos que mesmo tendo sido originário do próprio ventre da mãe com o pai, vai ter uma condição saudável e os filhos irão ter uma condição psíquica boa ou ruim isso vai depender dos próprios indivíduos e a condição social do meio e a educação posta por ele à criança.
O que acontece é que os evangélicos surtados querem que a sociedade Brasileira tenha uma única posição e visão e teoria a deles, e isso é uma forma que nem conhecemos na nossa nação ou seja a forma ditatorial, e essa atitude do juiz mostrou até que ponto a esquizofrênica espiritual dos evangélicos que dizem ser discípulo de cristo , que na minha opinião medíocre não tem nada haver com cristo essas atitudes , querendo se achar a Raça eleita de deus, e os únicos frasco de perfume, e os únicos escolhidos de deus por merecimento e o evangelho genuíno de Deus , não tem nada haver com isso.
Você dizer o seguinte: Ele é um representante de Deus sim, tem mais quem deve está do lado do inimigo é o STF, e ele está sendo ético em sua decisão, não incendiou ódio coisa nenhuma.

RESPOSTA - você é um religioso surtado, doido varrido, representante de deus o juiz, que representante de deus coisa nenhuma, deus não iria impor nada, daria a opção do livre arbítrio, mesmo que não seja bom aos seus olhos, não ultrapassaria nenhuma esfera que tinha aprovado a decisão da união por uma mal intepretação do juiz sobre o conceito do art. 226, sem complementar com o art. 5º da própria constituição federal, e da própria má intepretação do art. 226, do conceito de homem e mulher, a condição de família é algo que tanto eu como você não pode responder, por que ninguém sabe o futuro e só deus, é claro que sua condição homo- afetiva aos olhos humanos é algo que tem o lado de ser mais tendenciosa a não dar certo para a condição da criança, mas isso não é uma generalização de toda família composta por homossexuais, se o mesmo tiver a dignidade de dizer ao filho que sua condição não é honesta para a condição do homem para com deus e a sociedade e direcionar a criação do filho para uma tendência heterossexual pode ser que dê certo, isso vai depender da consciência do próprio homo afetivo para com o mundo e a sociedade.
E não existe ética quando não existe equidade , na ética não existe ambiguidade, ele não foi ético nem aos preceitos cristão nem aos preceitos dos homens , e incendiou ódio sim, sua decisão por não ser imparcial, gerou polêmica ,ele poderia ser transferido para outro julgar e dizer a minha consciência em cristo não permite que eu julgue este caso por que se for julgar serei tendencioso a minha prática religiosa, e ara que isso não aconteça eu transfiro minha decisão de julgar, por que fere aos meus princípios dogmáticos, é a mesma coisa de um feedback em empresa , se um individuo, é líder de uma organização e tem uma desavença com um subordinado , ele não pode aplicar este feedback , por que se isso acontecer ele pode na maioria dos casos ser tendencioso a sua emoção e misturar o lado pessoal com o profissional da mesma forma neste caso do juiz .
O inimigo é o diabo e não o STF, pois a lei apenas foi cumprida de acordo com o artigo 5º, e o próprio 226 má interpretada, leia bem todo o texto que escrevi, e reflita, eu não defendo o homossexualismo ao contrário eu não aceito, mas também não aceito injustiça e isso foi uma injustiça que foi corrigida e a abominação virá queira você queira ou não está nas escrituras e nada podemos fazer, e para sermos justo a deus e minimizar o nosso sofrimento temos que ser justo até com os injustos, para que possamos ser filho do pai que está nos céus.

O que acontece é que os protestantes tradicionais os surtados, quiseram mudar tanto o percurso do evangelho que este texto que vou colocar é um fato realista do que é feito hoje.
É um texto de um amigo pastor que admiro, e que prega a verdadeira palavra de deus, e que como ele eu e muitos têm a responsabilidade de tirar os enganos dos falsos profetas da mente do povo, que está esquizofrenado pelo os falsos ensinos espirituais, talvez você ache ridículo pela a sua posição religiosa , ou você ache engraçado pela a realidade que é mostrada neste texto, onde mudaram o capitulo de João 15 e transformaram nisso que você irá lê preste atenção e Reflita.

JOÃO 15 COMPLETO
ORAÇÃO DA VIDEIRA

Assim diz a igreja, eu sou a videira verdadeira e o bispo é o agricultor, todo membro que estando em mim, não fizer evangelismo, missões e não se envolver em departamento interno da igreja, não cantar no louvor, não dançar como querubim no culto, não levantar as mãos e, sobretudo, e acima de tudo, oh gloria!, Não trouxer seu dizimo rechonchudos até a casa do tesouro será cortado, e todo o que se envolve , evangeliza, visita, trabalha, participa de todas as reuniões, abre o templo, fecha o templo, está comprometido com todas as coisas, então este Recebe o privilégio da aproximação, do corpo espiritual da igreja, aonde vai ter o privilégio de ter alguma relação com o agricultor, que é o pai- stor , vós já estás limpo diz a igreja pelas as minhas doutrinas que vos tendes recebido, permanecei nos meus cultos, as segundas, as quartas, as quintas, aos sábados, aos domingos de manhã e a noite e em qualquer evento ou advento proposto por mim e eu vos darei cobertura , como não pode um crente produzir fruto de sí mesmo, se não frequentar a igreja nem vós podeis dar se não permanecerdes em mim não importa as maldades em que mim aconteçam, diz a igreja eu sou a videira e vós sois meramente os membros, sois crentes comuns , quem permanece em mim e eu nele diz a igreja, esse vai dar muito fruto que fora do ambiente santificado, daquilo que nós chamamos de igreja , e eu sou isto, nada podeis fazer, sem mim surtareis, sem mim perderei a cobertura espiritual, sem mim ficareis sem proteção contra o diabo.
Eu sou o manto que vos cobre, diz a igreja de deus, se alguém não permanecer em mim será lançada a semelhança do ramo fora, e secará é um desviado, desgraçado, e o apanham e o lançam no fogo e o queimam , queimam com a língua, por que esse desgraçado nunca mais vai ter paz no nosso meio, mas se vocês permaneceres em mim, diz a videira igreja, e as minhas palavras permaneceres em vós, ai vocês vão ter autoridade espiritual para determinar, designar, pisar, por que vocês vão está andando sobre o caminho da benção e da cobertura apostólica nisto é glorificado nosso apostolo, o nosso bispo em que dê muito fruto, significa dizer em que cresçamos , linchamos, nos tornemos mudos, incontáveis, inumeráveis, impessoais, massivos, e assim vocês serão discípulo da videira, aqueles entes sem nome sem sentido, sem significado, mas que fazem parte dessa massa poderosa, conforme eu recebi o amor do nosso fundador, eu também tenho amado vocês, eu ando direitinho com ele por que se eu não andar eu danço vocês ande comigo por que senão é o mesmo tratamento, permaneça nesse mesmo amor, que é amor enquanto vocês forem iguaizinhos a mim, por que um dia que vocês se dessemelharem, vocês vão saber o que é bom, se vocês guardarem as minhas doutrinas, eu igreja permaneço com vocês , assim como eu tenho guardada as doutrinas que são dadas pela visão de nosso pai espiritual, e por isso eu permaneço nessa obediência que me dar cobertura eu tenho vos dito essas coisas, para que vocês tenham aquela arrogância santa de autoridade na terra, e diz a igreja meu mandamento é este que vocês amem a determinação de igualdade imposta por nós , e ninguém tenha maior amor do que este de receber os dízimos de todos para então dizer, agora vocês provaram que são meus amigos , vocês são os meus amigos se me dizimarem, já não vos chamo servo , chamava enquanto vocês estavam na dúvida , indo e vindo , mas agora que vocês são frequentes participantes e tem até carteirinhas de vinculo, e vos tenho chamado amigos , Por que o servo não sabe o que faz seu senhor, mas eu digo a vocês quais são as minhas grandes aventura, planos e projetos.

Veja se tudo isso com a plena sinceridade da consciência é uma mentira, os crentes surtados mudaram o capitulo de João 15 e exercem dessa forma, eles pensam que não, mas é assim que é feito nos dias de hoje, o juiz quis dar uma de Jesus cristo, errando em todas as posições como cristão e homem da lei, e para que?
Causou polêmica, não vetou até por que o casamento foi realizado posteriormente, foi parcial, foi individual, e ainda diz ser cristão e muitos com o mesmo engano defenderam uma causa justa, por uma atitude injusta.

Relembrando 2011: Resposta da polêmica do caso que vetou a união homo - afetiva de acordo com a interrogação de um Pastor

Resposta da polêmica do caso que vetou a união homo - afetiva de acordo com a interrogação de alguns irmãos- Resposta: Pr. Rafael Nascimento


Meu amado responderei mais não colocarei seu nome por ética e por não haver necessidade disso, está ai a Resposta irmão Reflita, você e todos que defenderam uma causa sem respaldo e que entrou em meu blog apartir de então.

Novamente a Resposta de Rinaldo d - primeiro videira significa cristo e não você , ele diz em João 15:01 e 02 o seguinte eu sou a verdadeira videira e meu pai é o lavrador , se caso você estiver em cristo você será o ramo, mas como vejo você nem o conceito básico de videira você sabe, e ele continua no versos 02 todo ramo que, estando em mim ,não dá fruto ele corta e todo o que dá fruto ele poda, para que dê mais fruto ainda.
E no verso 05 ele diz eu sou a videira, vós sois os ramos. Quem permanecer em mim e eu nele, esse dá muito frutos pois sem mim nada podeis fazer .
Outra coisa o termo evangélico significa um nome que veio de evangelho, não necessariamente denominação, mas aquele crê em cristo como o salvador de sua vida.
Está em cristo é ser justo acima de que é visto a olhos de homens, pois aqueles que agradam aos homens não agradam a deus e aquele que agrada a deus não agrada aos homens , isso parece que você não lê , ou não quer saber.

A Constituição Brasileira em seu art. 226 diz o seguinte:

Art. 226 A Família base da sociedade, tem especial proteção do Estado
§ 3º Para efeito de proteção do estado é reconhecida a união estável ente o (homem e a mulher) como (Entidade Familiar), devendo a Lei facilitar sua conversão em casamento.
Correto essa constituição claro que sim concordo com ela grau e gênero, por ser discípulo de cristo, e do messias, mais por que é a constituição de 1988, só que quando foi elaborada a constituição ela não procedia estes indivíduos da sociedade, ou seja, os homossexuais, que também é um erro, pois nós não podemos descartar que eles existem em nossa sociedade e no mundo e também dentro da constituição brasileira precisamente no artigo 5º diz o seguinte: todos nós somos iguais perante a lei, e eles estão incluídos nos iguais, da mesma maneira, temos de formas iguais direitos e obrigações, então se somos iguais em direito em obrigações temos o direito de requerer do estado este direito do mesmo jeito que os homossexuais.

No direito diz o seguinte: tudo que não tem uma proibição é considerado licito então o art. 266 diz que casamento entre legal entre homem e mulher, mas também não faz nenhuma objeção dizendo contra os casamentos homossexuais, então tudo que não tem uma vedação é considerado licito, por isso que, os evangélicos estão errados em jogar o artigo 266 como respaldo.

A minha opinião como cristão é que não existisse casamento entre pessoas do mesmo sexo, minha opinião é essa, com isso não quero que minha opinião seja algo ditatorial, pois assim não vivemos em um país democrático, cuja tem todo tipo de pessoas e gostos e o livre arbítrio, de ter o direito de fazer de sua vida o que bem entender e este direito não poder ser negado.
Você diz que o STF passou por cima da constituição, correto, de certa forma foi de duas maneiras, O STF passou por cima de uma lei que está falha desde o começo, pois não incluiu os sodomitas, nem os homossexuais que são gentes da mesma forma que você e eu, uma lei que diz que todos nós somos iguais perante a lei, quer dizer existe um erro das duas partes, pois se a constituição de 1988 incluísse os homossexuais e complementasse o que diz o artigo 5º que todos são iguais perante a lei em direito e obrigações , este caso não teria tanta polêmica , pois seria algo que tinha equidade.
De o juiz Dr. Jerônimo não querer assinar a união do casamento entre homossexuais eu estou do lado dele, mas como disse anteriormente, que muitos eu acho que não entendeu, é que, um juiz usou uma constituição falha, e uma esfera que esta acima dele aprovou este veredito por entender essa falha da constituição 1988 não incluir os homo afetivos como iguais e que são queira você queira ou não.
O que o juiz poderia ter feito como eu falei e de dizer olha eu por ter a consciência em cristo e minha consciência não permitir que duas pessoas do mesmo sexo se casem, transfiro essa sanção a outra pessoa do qual poderá fazer essa união em minha consciência eu não farei, mas não, ele quis ser o super. herói, e disse eu veto e todo processo que vim nessa causa eu vou vetar ele não foi imparcial e sim ele quis aplicar um conceito religioso dele acima da imparcialidade que ele deveria ter como juiz. E de uma lei que não aplica o conceito de igualdade não incluindo os homo - afetivos tornado os desiguais.

Até agora não usei a bíblia, mas irei coloca-la agora vamos lá:

Levítico 18:22 - diz o seguinte não te deites com varão como se deita com mulher , é coisa abominável.

Romanos 01: 27 - diz o seguinte do mesmo modo, os homens também deixaram as relações naturais com a mulher e se inflamaram de paixões uns pelos outros cometendo atos indecentes, homens com homens, e receberam em si mesmos a punição merecida pelo seu erro.

Em 1 coríntios 06: 09 e 10 - não sabeis que os injustos não vão herdar o reino de deus ? Não vos enganeis. Nem os devassos, nem os idolatras, nem os adúlteros, nem os efeminados, nem os sodomitas.
Nem os ladrões, nem os avarentos, nem os bêbados, nem os mentirosos, nem os roubadores, vão herdar o reino de deus.
Então em todo o processo escrito na bíblia não apenas fala dos homo - afetivos, fala dos roubadores e quantos lideres de igreja digamos a maioria rouba em nome de deus, fala dos mentirosos quantos lideres de igreja é mentiroso eu diria a maioria que pregam falsos ensinos dizendo o que deus não disse, com a intenção de ganhar grana em cima de sua alma.
Outra coisa o fato dele misturar a bíblia com a constituição não tem nada haver , quando ele exerce o cargo de juiz , ele tem que ser imparcial, existe dentro de um País existe todo o tipo de pessoas, gays, homossexuais, heterossexuais, bissexuais, simpatizantes, homonascisante, feminascisante, entre outros, que têm todo o direito igualitário pela a constituição e que depende de um presidente para reger o país.
Vou colocar a constituição brasileira para você entender o que digo:

Artigo 5º da Constituição Federal

Art. 5º. Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:

I - homens e mulheres são iguais em direitos e obrigações, nos termos desta Constituição;
II - ninguém será obrigado a fazer ou deixar de fazer alguma coisa senão em virtude de lei;
III - ninguém será submetido a tortura nem a tratamento desumano ou degradante;
IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato;
V - é assegurado o direito de resposta, proporcional ao agravo, além da indenização por dano material, moral ou à imagem;
VI - é inviolável a liberdade de consciência e de crença, sendo assegurado o livre exercício dos cultos religiosos e garantida, na forma da lei, a proteção aos locais de culto e a suas liturgias;
VII - é assegurada, nos termos da lei, a prestação de assistência religiosa nas entidades civis e militares de internação coletiva;
VIII - ninguém será privado de direitos por motivo de crença religiosa ou de convicção filosófica ou política, salvo se as invocar para eximir-se de obrigação legal a todos imposta e recusar-se a cumprir prestação alternativa, fixada em lei;
IX - é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença;

XLI - a lei punirá qualquer discriminação atentatória dos direitos e liberdades fundamentais;
XLII - a prática do racismo constitui crime inafiançável e imprescritível, sujeito à pena de reclusão, nos termos da lei;
LXVIII - conceder-se-á habeas-corpus sempre que alguém sofrer ou se achar ameaçado de sofrer violência ou coação em sua liberdade de locomoção, por ilegalidade ou abuso de poder;
LXIX - conceder-se-á mandado de segurança para proteger direito líquido e certo, não amparado por habeas-corpus ou habeas-data, quando o responsável pela ilegalidade ou abuso de poder for autoridade pública ou agente de pessoa jurídica no exercício de atribuições do Poder Público.
Quando o STF segundo o conceito de vocês tentou passar a constituição de 1988, que em minha opinião não foi, foi por que a elaboração no sentido factuoso da palavra, abrangia homem e mulher no art. 226 diz isso, mas que o homossexual não deixou de ser homem, só tem a condição pervertida de acordo com a condição que deus escolheu para o homem, mas isso não dar o direito que ele não tenha as mesmas obrigações e direito civil como cidadão brasileiro.
Meu amado na minha parte do que você escreveu da resposta direcionada a mim você disse o seguinte : ele levou em consideração a constituição e também a bíblia por ser evangélico, ele está errado, pois, eu sou pastor também e se estivesse no lugar dele , não levaria a palavra de deus para afirmar minha posição não negando a sua eficácia nem nada disso , claro que a palavra de deus é a palavra correta, mas numa nação um juiz tem que ser imparcial até nessa questão , como já disse , num país laico existe diversidades de crenças e sexualidade , tem pessoas que nem acredita em deus e é ateu , mas nem por isso deixa de ter seus direitos e garantias fundamentais pela a constituição brasileira como cidadão, somos pessoas diferentes e temos que aceitar as diferenças quando vivemos em sociedade , por isso temos o livre arbítrio, deus nos deixou a palavra , mas até o engano ele deixou o homem seguir , para que pelo seu livre arbítrio ele decidisse sobre qual o caminho a seguir, mesmo sendo mal ao seus olhos e não cabe a nós impor nada, nem colocar goela adentro algo, pois o que está acontecendo no mundo são os princípios de dores e também muita apostasia , mais isso o próprio messias disse que aconteceria, e nada podemos fazer contra isso, agora o fato de colocar goela adentro algo bíblico tirando o direito fundamental do cidadão brasileiro que é ser igual perante a lei em direitos e obrigação para afirmar algo bíblico , mesmo sendo homo afetivo , isso é uma injustiça para uma auto afirmação de uma palavra , e se deus estivesse para julgar este caso , ele diria eu não aceito tais práticas , isso é abominação aos meus olhos, mas ele não iria impor nada , ao contrário permitiria o erro para que depois o filho dele se arrependesse , do ato praticado, da mesma forma daquela do filho prodigo vou te lembrar a passagem :
Lucas 15: 11 ao 32
Um homem tinha dois filhos. O mais jovem disse ao pai: Pai, dá-me a parte da herança que me cabe’. E o pai dividiu os bens entre eles. Poucos dias depois, ajuntando todos os seus haveres, o filho mais jovem partiu para uma região longínqua e ali dissipou sua herança numa vida devassa. E gastou tudo. Sobreveio àquela região uma grande fome e ele começou a passar privações.
Foi, então, empregar-se com um dos homens daquela região, que o mandou para seus campos cuidar dos porcos. Ele queria matar a fome com as bolotas que os porcos comiam, mas ninguém lhe dava nada.
E caindo em si, disse: ‘Quantos empregados de meu pai têm pão com fartura, e eu aqui, morrendo de fome! Vou-me embora, procurar o meu pai e dizer-lhe: Pai pequei contra o Céu e contra ti; já não sou digno de ser chamado teu filho. Trata-me como um dos teus empregados’.
Partiu, então, e foi ao encontro de seu pai. Ele estava ainda ao longe, quando seu pai viu-o, encheu-se de compaixão, correu e lançou-se lhe ao pescoço, cobrindo-o de beijos. O filho, então, disse-lhe: ‘Pai, pequei contra o Céu e contra ti; já não sou digno de ser chamado teu filho’.
Mas o pai disse aos seus servos: ‘Ide depressa, trazei a melhor túnica e revesti-o com ela, ponde-lhe um anel no dedo e sandálias nos pés. Trazei o novilho cevado e matai-o; comamos e festejemos, pois este meu filho estava morto e tornou a viver; estava perdido e foi reencontrado!’ E começaram a festejar.
Seu filho mais velho estava no campo. Quando voltava, já perto de casa ouviu músicas e danças. Chamando um servo, perguntou-lhe o que estava acontecendo. Este lhe disse: ‘É teu irmão que voltou e teu pai matou o novilho cevado, porque o recuperou com saúde’. Então ele ficou com muita raiva e não queria entrar. Seu pai saiu para suplicar-lhe.
Ele, porém, respondeu a seu pai: ‘Há tantos anos que te sirvo, e jamais transgredi um só dos teus mandamentos, e nunca me deste um cabrito para festejar com meus amigos. Contudo, veio esse teu filho que devorou teus bens com prostitutas, e para ele mata o novilho cevado!’
Mas o pai lhe disse: ‘Filho, tu estás sempre comigo, e tudo o que é meu é teu. Mas era preciso que festejássemos e nos alegrássemos, pois esse teu irmão estava morto e tornou a viver; ele estava perdido e foi reencontrado!
Você disse somos evangélicos sim ok eu também sou temos o direito de protestar correto, aceito sua opinião devemos nos misturar com politica , claro que sim devemos, pois somos cidadão brasileiro e temos direito e obrigações nessa nação.
Seria nada de inconstitucional o fato é que você mistura religião com lei, e não deve misturar, se o artigo 5º diz que todos são igual perante a lei, essa posição não é inconstitucional, existe sim um erro de não interpretar o homossexual como homem, e sim como algo fora desse contexto, ele não deixa de ser homem pela sua prática pervertida, o que acontece é que ele não tem as práticas correta biblicamente falando.
Você disse que tem o direito de votar e ser votado, da mesma forma que o homossexual também têm este direito como cidadão brasileiro isso não é uma exclusividade do povo que se diz evangélico.
Por que Jesus disse não separe o joio do trigo, por que o joio pode tornar-se trigo e o trigo com seu orgulho e falsa concepção bíblica torna-se joio, se você considera o homossexual joio e se acha trigo por fazer parte de uma denominação ou templo, ou está em cristo dentro de sua concepção, cuidado para não se torna joio, pois nas escrituras diz o seguinte: nem todo aquele que me diz senhor meu senhor entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade do pai, e quando o homem coloca o engano acima da palavra ele não vive em cristo e sim em trevas, dar um exemplo prático para você.
Igreja significa pessoas, mas o protestante surtado acha que é templos e coloca o templo acima da palavra e da concepção do nome igreja, e quem não fazer parte do templo não está em cristo.
Ora se sei que igreja não é templo e digo que se sicrano não estiver em templo ele está desviado e não estará em cristo, então coloco igreja como principal fator de salvação, ou seja, acima da palavra, por que eu que sou a igreja não posso desviar de mim mesmo o que pode está acontecendo é o fato de eu não está em ajuntamento mas, isso não é uma condição para salvação pois a palavra diz quando dois ou mais estiver em meu nome eu estarei naquele local diz o próprio messias, duas pessoas ou mais pode ser em qualquer canto com o proposito de um bem comum ou seja a deus, não necessariamente um templo, qualquer coisa fora desse contexto é engano , se estou no engano não estou em deus , se não estou em deus , estou em trevas , então necessariamente não só o sodomitas ou homo afetivos pode ter a concepção de ida ao inferno, como também, o próprio cristão surtado com a religião e o falso ensino.
Outra situação que o protestante surtado acha é que após a 2º vinda de deus, o povo eleito será levado e os excluídos irão para o inferno, por achar que a igreja templo físico e os que fazem parte dela serão salvo, e não tem nada haver com isso, tanto o trigo e o joio passará pela as mesmas tribulações, tanto você e eu heterossexuais como os homossexuais passará pela as mesmas tribulações, pois seguindo aquele conceito que expliquei antes o joio de hoje pode ser trigo e o trigo de hoje pode ser joio futuramente, aumentando a iniquidade como fala em Mateus 24:12 e por se multiplicar a iniquidade , o amor de muitos se esfriará, por isso jesus disse para deixar o joio próximo ao trigo , pois no verso 13 de Mateus explica , aquele porém que após a tribulação e a iniquidade e passando por ela perseverar até o fim será salvo, por isso que deus diz para deixar o joio perto do trigo por que pode haver uma mudança das duas partes e é na apostasia e após o advento da tribulação e iniquidade que com a perseverança é que vamos dizer quem é o verdadeiro joio e o verdadeiro trigo , sem isso apenas existe um fato falado e não vivido , deus quer a prova e o fato vivido que verá após a apostasia ou seja a tribulação.
É abominação homossexualismo, mas não só homossexualismo, os mentirosos, os roubadores, os idolatras, os bêbados, os sodomitas, os devassos, os falsos profetas, os cães gulosos dos guias falsos (pastores), os ladrões de alma (mestre) e isso a igreja templo físico está cheio, mas o povo não quer enxergar por ter na testa sou evangélico ou sou saduceus, ou fariseus, os donos da lei, ou algo parecido simplesmente usando títulos, placas, e cargos eclesiásticos, mas travestido de cordeiro sendo lobos devoradores, sendo que o próprio diabo se transveste em anjo de luz e confundem os eleitos, que disfarçam dentro da religião que não provêm de deus seu coração mal e perverso, tem muitos desse dentro de templos e o povo para manter os disfarces de religião sem mácula mascara o fato.
A bíblia condena todas essas coisas , não só um único fato, e deus pediu misericórdia e não que o homem exercesse a lei sem amor e misericórdia pois nenhum é justificado por ela mas por fé que não vêm de vós e sim de cristo.
E salvação também não é por merecimento para que ninguém vos se glorie, dizendo senhor pequei pouco ou não bebi nem fumei e nem me prostituir, minha vida foi justa mereço ir para o céu, e ter a salvação, pois a sapiência do homem é a loucura de deus, para deus a sapiência do homem não serve de nada, então a salvação não é por merecimento e sim por graça, que é de graça, sem pagar nada, é um favor imerecido de deus para com homem, e o único procedimento que o homem tem que realizar para ser chamado filho de deus, como você mesmo disse que o pastor DRº Jerônimo é, mas não ele apenas é , mas todos que acredita em deus , ou por acaso você não lê as escrituras , para ser chamado filho de deus basta crer nele e acreditar que ele é o salvador de sua vida e que morreu na cruz por ti , veja tudo em (João 1:12 e 13), veja você mesmo : mas a todos quantos o receberam, aos que crêem em seu nome , deu-lhes o direito de serem feitos filho de deus , os quais não nasceram do sangue , nem pela vontade da carne , nem pela vontade de um homem, mas nasceram de deus, o que significa isso, significa dizer que para muito protestante surtado, doidos varridos, acha que nascer do sangue é fazer parte de um templo, confessar a homens que arrepende-se de seus pecados e posteriormente seguir doutrinas que não é de deus pois deus não habita em templos (hebreus 9:24) e seguir a regras dessa gaiola de loucos, e caso seguir todos os preceitos de Moises que é o velho testamento a qual muitos estão firmado sua fé e não em cristo que é a graça , e seguir a filosofia do vigário de cristo o pai-stor, seguindo a cartilha idealizada por ele , não por cristo será nascido novamente como Nicodemos , e quando vocês estendem que um individuo tem a separação da carne , é ser evangélico e religioso, coisa que também não é de deus, me diga qual a religião do altíssimo?
Ele não tinha religião nem do cristianismo ele foi!
Ele foi judeu quando adolescente e posteriormente desvinculou dos mesmos, pois a próxima vinda será quando os próprios judeus se arrepender e chamar a ele por socorro, outra questão , e que para ser discípulo verdadeiro de cristo o homem tem que agradar a cristo e não a homens , dizer olha aquele irmãozinho daquela redondeza, é de deus e todos amam ele , por que pensa e age feito vocês, segue a regra direcionada pelo pai-stor, e vive perfeito pela a aparência e não pelo o coração, então este homem é de deus na sua concepção e de muitos que vivem o mesmo engano, só que a escrituras diz totalmente o contrário, deus enxerga o coração do homem e não a aparência , segunda coisa é que , aquele que por pregar supostamente a palavra de deus pela a visão de outro enganado , pai-stor, ele torna-se bem quisto por aquele grupo de surtado(evangélicos tradicionais ), não por deus , leia bem devagar este trecho : pois as escrituras diz que quem agrada ao homem não agrada a deus , e quem agrada a deus não agrada ao homem, pois a maioria não será salvo muitos serão chamados mais bem poucos escolhidos e pessoas que vive dentro de um templo achando que deus está naquele local e coloca o templo físico como condição de salvação já vive o engano e não será salvo por falta de conhecimento das escrituras.
você disse no finalzinho da frase: a bíblia condena irmãos o envolvimento de homem com homem, mulher com mulher, quer dizer você e tantos outros evangélicos surtado vive por Regras sobre Regras , se não fosse isso você não diria tais coisas , ou seja você ainda vive pela lei de Moises, que dizia, aquele que pecar deve morrer, e era feita pra os judeus não para nós que somos gentios e éramos impuros para a lei, outra questão é que pela lei ou Regra sobre Regra onde os surtado querem seguir sem preceitos, como você e todos os outros é que aquele que seguisse 99% da lei e errasse em 1% erraria em todos e estaria sob maldição e como ninguém seguia 100% da lei , muitos foram justificado Pela fé e não por obras da lei.
Na lei de Moisés dizia olho por olho dente por dente, na graça diz o salvador se te pedires a túnica dê também a sua capa, la lei de Moises, diz que com ferro fere com ferro será ferido, na graça diz se te bater um lado da face dê também o outro, pela lei de Moisés diz que aquela alma que pecar também morrerá, pela graça diz se te obrigar a caminhar uma milha caminhe duas .
E hoje o povo segue a mesma porcaria dos religiosos que crucificaram cristo, fazendo as mesmas coisas e dizendo as mesmas palavras. (joão 9 : 28 , 32, 33 e 34)
O povo renegou a cristo e preferiu a Moisés como hoje faz a mesma coisa, dizendo: então, o insultaram e disseram: discípulo deles és tu. Nós somos discípulos de Moisés.
Desde que há mundo, jamais se ouviu que alguém tenha aberto os olhos a um cego de nascença, e retrucou alguns: se este homem não fosse de deus, nada poderia ter feito.
Mas eles responderam: tu és nascido todo em pecado e tem ousadia em nos ensinar? E o expulsaram
E Jesus disse (João 5: 45) não penseis que eu vos acusarei diante do pai. O vosso acusador é Moisés, em quem tendes firmado a vossa esperança.
(João 01: 17) – pois a lei foi dada por intermédio de Moisés, a graça e a verdade vieram por meio de Jesus cristo, você enxerga que regra sobre regra não provêm de cristo mais da lei, pois a graça é a misericórdia e o amor, não isso que está sendo pregado.
Você disse: Se vim uma questão para eu decidir, é logico que vou ter que dar minha opinião, não pode passar para outro decidir em meu lugar ai vou está sendo omisso e hipócrita.
Resposta disso: como disse, a lei foi mal interpretada, pois mesmo sendo homossexuais ele são considerados homens, só com atitude pervertida, não foi nada acima da constituição, o fato de não constituir família essa relação, pela consciência bíblica que família é homem e mulher não significa dizer que isso não absorva a lei dos homens e sim a lei de deus, e vivemos a lei dos homens, pois um juiz tem que ser imparcial neste sentido como já expliquei e não vou repetir novamente, ele tem que ser pluralista e não parcialista, você está colocando religião no meio de politica, deus, a palavra eu vivo pra mim e minha intimidade entre deus e mim, isso é algo individual, não imposicional, apelativo e restrito a uma gama de pessoas, o livre arbítrio, o direito civil respeitado, e direito e obrigações pela lei todos têm da mesma forma sem que isso seja invadido por uma questão dogmática, religiosa e fanática, por que até deus deixou o livre arbítrio para o homem, e a opção de aceita-lo ou não se ele disse isso quem é você para dizer o contrário.
E nessa questão não é omissão nem julgamento ele é juiz, está ali para decidir, mas veja a reportagem do fantástico e tire suas próprias conclusões ele não foi imparcial, ele disse sou religioso e isso é contra a constituição coisa que não é, outro fato da lei é que:

Art. 226. A família, base da sociedade, tem especial proteção do Estado.
§ 1º - O casamento é civil e gratuita a celebração.
§ 2º - O casamento religioso tem efeito civil, nos termos da lei.
§ 3º - Para efeito da proteção do Estado, é reconhecida a união estável entre o homem e a mulher.
Como entidade familiar, devendo a lei facilitar sua conversão em casamento.
Analise: Casamento civil gratuito
Casamento religioso tem efeito civil
É reconhecida a união estável entre o homem e mulher para efeito de proteção do estado.
Primeira análise: todos são iguais perante a lei em direitos e obrigações (artigo 5º inciso 1).
A constituição disse todos, isso inclui os homo- afetivos e outras opções de raças e sexo.
Pois a lei regular para homem e mulher está correto é a condição normal para o homem perante a lei dos homens e perante a lei de deus correto sim.
Mas existe homo afetivos, bi- afetivos entre outros, que também faz parte da sociedade brasileira, e estão incluídos neste todos são iguais perante a lei, a lei diz também que ninguém será alvo de discriminação por sexo, raça, convicção politica, religiosa.
Para ser justa a lei não posso tirar o direito fundamental de um cidadão simplesmente pela a sua opção sexual, por a lei dizer que todos são iguais em direitos e obrigações, o fato de não concordar com a prática homossexual, não dar a liberdade e o direito de tirar o que é de direito do individuo, se tiro este direito, não há igualdade para que tenha uma democracia com todos os tipos de opiniões, que é permitido por lei salvas guardo o anonimato.
O fato de a união homo- afetiva não constituir filhos do próprio ventre, não quer dizer que não possa ser constituído família.
Ai você indaga como dois homens moralmente falando pode passar educação para uma criança se a própria condição dele é pervertida.
Resposta – numa união homo- afetiva pode existir família sim, existe adoção, e por existir adoção pode haver família, agora se a condição psíquica da criança vai ser boa ou não isso eu não posso afirmar que sim e que não, da mesma forma que uma união entre homem e mulher não existe também nenhuma garantia que os filhos que mesmo tendo sido originário do próprio ventre da mãe com o pai, vai ter uma condição saudável e os filhos irão ter uma condição psíquica boa ou ruim isso vai depender dos próprios indivíduos e a condição social do meio e a educação posta por ele à criança.
O que acontece é que os evangélicos surtados querem que a sociedade Brasileira tenha uma única posição e visão e teoria a deles, e isso é uma forma que nem conhecemos na nossa nação ou seja a forma ditatorial, e essa atitude do juiz mostrou até que ponto a esquizofrênica espiritual dos evangélicos que dizem ser discípulo de cristo , que na minha opinião medíocre não tem nada haver com cristo essas atitudes , querendo se achar a Raça eleita de deus, e os únicos frasco de perfume, e os únicos escolhidos de deus por merecimento e o evangelho genuíno de Deus , não tem nada haver com isso.
Você dizer o seguinte: Ele é um representante de Deus sim, tem mais quem deve está do lado do inimigo é o STF, e ele está sendo ético em sua decisão, não incendiou ódio coisa nenhuma.

RESPOSTA - você é um religioso surtado, doido varrido, representante de deus o juiz, que representante de deus coisa nenhuma, deus não iria impor nada, daria a opção do livre arbítrio, mesmo que não seja bom aos seus olhos, não ultrapassaria nenhuma esfera que tinha aprovado a decisão da união por uma mal intepretação do juiz sobre o conceito do art. 226, sem complementar com o art. 5º da própria constituição federal, e da própria má intepretação do art. 226, do conceito de homem e mulher, a condição de família é algo que tanto eu como você não pode responder, por que ninguém sabe o futuro e só deus, é claro que sua condição homo- afetiva aos olhos humanos é algo que tem o lado de ser mais tendenciosa a não dar certo para a condição da criança, mas isso não é uma generalização de toda família composta por homossexuais, se o mesmo tiver a dignidade de dizer ao filho que sua condição não é honesta para a condição do homem para com deus e a sociedade e direcionar a criação do filho para uma tendência heterossexual pode ser que dê certo, isso vai depender da consciência do próprio homo afetivo para com o mundo e a sociedade.
E não existe ética quando não existe equidade , na ética não existe ambiguidade, ele não foi ético nem aos preceitos cristão nem aos preceitos dos homens , e incendiou ódio sim, sua decisão por não ser imparcial, gerou polêmica ,ele poderia ser transferido para outro julgar e dizer a minha consciência em cristo não permite que eu julgue este caso por que se for julgar serei tendencioso a minha prática religiosa, e ara que isso não aconteça eu transfiro minha decisão de julgar, por que fere aos meus princípios dogmáticos, é a mesma coisa de um feedback em empresa , se um individuo, é líder de uma organização e tem uma desavença com um subordinado , ele não pode aplicar este feedback , por que se isso acontecer ele pode na maioria dos casos ser tendencioso a sua emoção e misturar o lado pessoal com o profissional da mesma forma neste caso do juiz .
O inimigo é o diabo e não o STF, pois a lei apenas foi cumprida de acordo com o artigo 5º, e o próprio 226 má interpretada, leia bem todo o texto que escrevi, e reflita, eu não defendo o homossexualismo ao contrário eu não aceito, mas também não aceito injustiça e isso foi uma injustiça que foi corrigida e a abominação virá queira você queira ou não está nas escrituras e nada podemos fazer, e para sermos justo a deus e minimizar o nosso sofrimento temos que ser justo até com os injustos, para que possamos ser filho do pai que está nos céus.

O que acontece é que os protestantes tradicionais os surtados, quiseram mudar tanto o percurso do evangelho que este texto que vou colocar é um fato realista do que é feito hoje.
É um texto de um amigo pastor que admiro, e que prega a verdadeira palavra de deus, e que como ele eu e muitos têm a responsabilidade de tirar os enganos dos falsos profetas da mente do povo, que está esquizofrenado pelo os falsos ensinos espirituais, talvez você ache ridículo pela a sua posição religiosa , ou você ache engraçado pela a realidade que é mostrada neste texto, onde mudaram o capitulo de João 15 e transformaram nisso que você irá lê preste atenção e Reflita.

JOÃO 15 COMPLETO
ORAÇÃO DA VIDEIRA

Assim diz a igreja, eu sou a videira verdadeira e o bispo é o agricultor, todo membro que estando em mim, não fizer evangelismo, missões e não se envolver em departamento interno da igreja, não cantar no louvor, não dançar como querubim no culto, não levantar as mãos e, sobretudo, e acima de tudo, oh gloria!, Não trouxer seu dizimo rechonchudos até a casa do tesouro será cortado, e todo o que se envolve , evangeliza, visita, trabalha, participa de todas as reuniões, abre o templo, fecha o templo, está comprometido com todas as coisas, então este Recebe o privilégio da aproximação, do corpo espiritual da igreja, aonde vai ter o privilégio de ter alguma relação com o agricultor, que é o pai- stor , vós já estás limpo diz a igreja pelas as minhas doutrinas que vos tendes recebido, permanecei nos meus cultos, as segundas, as quartas, as quintas, aos sábados, aos domingos de manhã e a noite e em qualquer evento ou advento proposto por mim e eu vos darei cobertura , como não pode um crente produzir fruto de sí mesmo, se não frequentar a igreja nem vós podeis dar se não permanecerdes em mim não importa as maldades em que mim aconteçam, diz a igreja eu sou a videira e vós sois meramente os membros, sois crentes comuns , quem permanece em mim e eu nele diz a igreja, esse vai dar muito fruto que fora do ambiente santificado, daquilo que nós chamamos de igreja , e eu sou isto, nada podeis fazer, sem mim surtareis, sem mim perderei a cobertura espiritual, sem mim ficareis sem proteção contra o diabo.
Eu sou o manto que vos cobre, diz a igreja de deus, se alguém não permanecer em mim será lançada a semelhança do ramo fora, e secará é um desviado, desgraçado, e o apanham e o lançam no fogo e o queimam , queimam com a língua, por que esse desgraçado nunca mais vai ter paz no nosso meio, mas se vocês permaneceres em mim, diz a videira igreja, e as minhas palavras permaneceres em vós, ai vocês vão ter autoridade espiritual para determinar, designar, pisar, por que vocês vão está andando sobre o caminho da benção e da cobertura apostólica nisto é glorificado nosso apostolo, o nosso bispo em que dê muito fruto, significa dizer em que cresçamos , linchamos, nos tornemos mudos, incontáveis, inumeráveis, impessoais, massivos, e assim vocês serão discípulo da videira, aqueles entes sem nome sem sentido, sem significado, mas que fazem parte dessa massa poderosa, conforme eu recebi o amor do nosso fundador, eu também tenho amado vocês, eu ando direitinho com ele por que se eu não andar eu danço vocês ande comigo por que senão é o mesmo tratamento, permaneça nesse mesmo amor, que é amor enquanto vocês forem iguaizinhos a mim, por que um dia que vocês se dessemelharem, vocês vão saber o que é bom, se vocês guardarem as minhas doutrinas, eu igreja permaneço com vocês , assim como eu tenho guardada as doutrinas que são dadas pela visão de nosso pai espiritual, e por isso eu permaneço nessa obediência que me dar cobertura eu tenho vos dito essas coisas, para que vocês tenham aquela arrogância santa de autoridade na terra, e diz a igreja meu mandamento é este que vocês amem a determinação de igualdade imposta por nós , e ninguém tenha maior amor do que este de receber os dízimos de todos para então dizer, agora vocês provaram que são meus amigos , vocês são os meus amigos se me dizimarem, já não vos chamo servo , chamava enquanto vocês estavam na dúvida , indo e vindo , mas agora que vocês são frequentes participantes e tem até carteirinhas de vinculo, e vos tenho chamado amigos , Por que o servo não sabe o que faz seu senhor, mas eu digo a vocês quais são as minhas grandes aventura, planos e projetos.

Veja se tudo isso com a plena sinceridade da consciência é uma mentira, os crentes surtados mudaram o capitulo de João 15 e exercem dessa forma, eles pensam que não, mas é assim que é feito nos dias de hoje, o juiz quis dar uma de Jesus cristo, errando em todas as posições como cristão e homem da lei, e para que?
Causou polêmica, não vetou até por que o casamento foi realizado posteriormente, foi parcial, foi individual, e ainda diz ser cristão e muitos com o mesmo engano defenderam uma causa justa, por uma atitude injusta.

Relembrando 2011: Bolsonaro é absolvido no Conselho de Ética da Câmara



Maioria absolveu Bolsonaro das acusações de quebra de decoro
O deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ) foi absolvido pela maioria dos parlamentares, no Conselho de Ética da Câmara, da acusação de quebra de decoro parlamentar.

O Conselho analisou o parecer do relator nesta quarta-feira. Dez deputados votaram contra o relator, que aceitou a denúncia por racismo e homofobia, e sete votaram a favor. Houve também cinco ausências na votação.

Bolsonaro foi acusado de quebra de decoro por declarações consideradas racistas e homofóbicas, no programa de TV “CQC”, e por ter ofendido a senadora Marinor Brito, de acordo com representação do PSOL.

Nota sobre: Primeiro casamento civil gay do Brasil acontece hoje em Jacareí (SP)

Todos sabemos que casamento de fato é somente entre homem e mulher, o que eles estão nada mais é do que um contrato de união estavel, o estado pode até reconhecer esse tal casamento, mas a Biblia abomina, condena, o que estão fazendo é contra a Lei de Deus alem do mais não tem como dois homens conviverem como marido e mulher, isso contraria a lei natural.

Relembrando 2011: Marcha para Jesus atrai 5 milhões de pessoas e incomoda críticos

Julio Severo

A 19ª edição da Marcha para Jesus, uma das maiores manifestações religiosas do mundo, se transformou num ato contra o PLC 122, contra a legalização da maconha e contra as afrontas cometidas pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

O evento, que ocorreu em 23 de junho de 2011 na cidade de São Paulo, reuniu mais de 5 milhões de pessoas e enfureceu a esquerda radical.

“Ranço um tanto raivoso” dos evangélicos?

Cuspindo fogo e enxofre, Gilberto Dimenstein, da Folha de S. Paulo, se queixa de que a Marcha para Jesus “tem um ranço um tanto raivoso”, enquanto que a parada gay “usa alegria para falar e se manifestar” — como se atos sexuais obscenos e uso de drogas, tão comuns nesses eventos gays, representassem a verdadeira alegria, e como se ninguém mais tivesse direito de se manifestar contra os abusos do STF, sob risco de levar o rótulo de ter “um ranço um tanto raivoso”.

Esse “ranço um tanto raivoso” foi muito bem mostrado pela mídia esquerdista, que não poupou nenhuma crítica à Marcha para Jesus. O noticiário Último Segundo destacou que participaram da Marcha para Jesus Marcelo Crivella (PRB-RJ), ligado à Igreja Universal do Reino de Deus, e o Pr.

Silas Malafaia, que foi tachado de “radical” por ter dito: “O STF rasgou a Constituição que, no artigo 226, parágrafo 3º, diz claramente que união estável é entre um homem do sexo masculino e uma mulher do sexo feminino. União homossexual uma vírgula… Amanhã se alguém quiser fazer uma marcha em favor da pedofilia, do crack ou da cocaína vai poder fazer. Nós, em nome de Deus, dizemos não”. (Assista aqui ao vídeo: http://www.youtube.com/watch?v=DOnW0kOJeW8)



Para decepção da Folha de S. Paulo e Último Segundo, 5 milhões de pessoas estavam ali para confirmar as palavras de Malafaia, que, numa coragem que raramente se vê no Brasil, afirmou: “Eles querem aprovar uma lei para dizer que a Bíblia é um livro homofóbico e botar uma mordaça em nossa boca. Se aprovarem o PL 122 no mesmo dia, na mesma hora, tudo quando é pastor vai pregar contra a prática homossexual. Quero ver onde vai ter cadeia para botar tanto pastor”.

É de admirar tanta manifestação de “ranço um tanto raivoso” contra os evangélicos por parte de uma mídia que apoia de coração o PLC 122 e todos os abusos do STF?
Escândalos financeiros da Renascer versus escândalos financeiros do PT

Finalizando sua matéria, Último Segundo tentou desqualificar a Marcha para Jesus citando questões financeiras de seu fundador: “O apóstolo Estevam Hernandes, da Igreja Renascer, organizador da marcha, reafirmou o caráter estritamente religioso do evento e disse que manifestações como as de Malafaia e Crivella são opiniões pessoais. Apesar disso, admitiu ser contra o ‘casamento gay’ e a liberação da maconha. Questionado por um repórter sobre o qual fator pesa mais na desagregação da família, o homossexualismo ou o crime de evasão de divisas, pelo qual foi condenado a pena de 140 dias de prisão nos EUA, o apóstolo mudou de assunto”.

O problema de Hernandes é o mesmo do Bispo Macedo, que lidera uma denominação que é alvo de frequentes manchetes internacionais de corrupção e lavagem de dinheiro.

Por que Macedo e Hernandes e suas denominações lidam com o dinheiro de um modo que os expõe a escândalos? Com certeza, eles percebem o óbvio: o que o governo tira de impostos é muito mais do que o justo. E tentam proteger seu dinheiro com esquemas para desviá-lo da ganância estatal.

Macedo e Hernandes bem que poderiam dar atenção ao exemplo de Tiradentes, que se revoltou contra o governo português pela cobrança abusiva de 20 por cento de impostos sobre os cidadãos do Brasil. Superando em muito a ganância do governo português, o atual governo brasileiro cobra quase 40 por cento de impostos, e só isso já deveria ser inspiração suficiente para motivar todos os pastores do Brasil a proclamarem jejuns, orações e ações contra esse roubo descarado. Mas em vez de orientar suas denominações e pastores a denunciarem esse imenso roubo estatal contra o Brasil, Macedo e Hernandes preferem apoiar o governo que rouba e recorrer a meios ilegais (pelos padrões do insaciável tubarão brasileiro do imposto de renda) para proteger suas próprias riquezas.

Contudo, não é por esse motivo que a Folha de S. Paulo, Último Segundo e outros jornais esquerdistas estão manifestando seu “ranço um tanto raivoso”. Se eles se importassem com lavagem de dinheiro e evasão de divisas, eles dariam a Lula e ao PT o mesmo tratamento de desprezo que dão aos evangélicos. Em matéria de roubo e lavagem de dinheiro, ninguém no Brasil supera o PT e outros partidos socialistas.
De longe, o maior problema é apoio ao PT

O maior problema de Estevam Hernandes foi ter dado para Marta Suplicy na Marcha para Jesus de 2008 espaço para ela falar. Suplicy, que é a relatora atual do PLC 122, tem o total apoio da Folha de S. Paulo, Último Segundo e outros jornais esquerdistas e já teve oportunidade até de falar do púlpito da Igreja Renascer em época de eleição.

De maneira paradoxal, Silas Malafaia e a multidão de evangélicos da atual Marcha para Jesus estavam então denunciando ameaças semeadas até mesmo em Marchas para Jesus anteriores, onde Marta Suplicy foi uma das estrelas do show.

Mas não é por causa de Suplicy no evento que a Folha de S. Paulo, Último Segundo e outros jornais esquerdistas criticam a Marcha para Jesus. Aliás, até protestantes estão fazendo isso. O tabloide sensacionalista Genizah, com seu habitual radicalismo de esquerda, atacou a Marcha para Jesus a partir de uma perspectiva como se ser calvinista fosse a maior das virtudes e ser neopentecostal fosse a pior. Seguindo essa linha, o Pr. Renato Vargens, outro calvinista, igualmente atacou a Marcha para Jesus.

Ranços doutrinários versus ranços ideológicos

Independente dos erros dos neopentecostais, o Pr. Silas Malafaia e a Marcha para Jesus deste ano cumpriram um papel vital denunciando o PLC 122 e o STF — tendo sido, de longe, a maior manifestação cristã no Brasil contra essas ameaças. Cumpriram um papel que nem o Genizah nem Vargens ousaram cumprir. Por isso, a mídia esquerdista está furiosa. Por isso, os invejosos estão ladrando.

Se o grande problema é o fato de que o casal Hernandes apoiou Suplicy, esse não é um pecado de monopólio exclusivo da neopentecostal Renascer. Aliás, quase todas as igrejas têm culpa no cartório nessa questão, inclusive as calvinistas. Em 2002, Guilherminho Cunha, presidente do Supremo Concílio da Igreja Presbiteriana do Brasil, deu seu apoio a Lula para presidente.

Seja como for, tanto o Genizah quanto Vargens deram apoio no passado ao Rio de Paz, um movimento esquerdista, fundado por um pastor presbiteriano, cujo objetivo é o desarmamento da população civil, que foi um dos principais pilares da União Soviética e da Alemanha nazista. Nunca se subjuga um povo sem antes desarmá-lo. Como um cristão pode se prestar a esse tipo de serviço ideológico é um mistério, assim como é um mistério o motivo por que, sob o canto da sereia caiofabiana vários anos atrás, líderes de praticamente todas as grandes denominações evangélicas do Brasil entregaram suas almas no altar eleitoral de Lula e do PT.

Precisamos agora aprender com os erros passados, embora no meu caso eu tivesse aprendido com os erros dos outros, pois nunca votei no PT.

Precisamos parar de levantar acusações contra questões menores, enquanto ameaças imensas estão prontas para nos tragar, com a ajuda de uma mídia que nos odeia. Não podemos deixar “ranços doutrinários raivosos” criarem divisões neste momento em que governo, mídia e ativismo gay estão unidos num “ranço ideológico raivoso” contra nós.

Gilberto Dimenstein, da Folha de S. Paulo, que atribuiu um “ranço raivoso” aos evangélicos, também disse: “Por trás da parada gay, não há esquemas políticos nem partidários”. Se eu levar a sério essa declaração, terei então de supor que as imensas verbas para os grupos gays não estão vindo do governo, mas da Branca de Neve e os Sete Anões!

Dimenstein também disse: “Na parada evangélica há uma relação que mistura religião com eleições, basta ver o número de políticos no desfile em posição de liderança”. Sim, reconheço que ele está certo. Crivella é grande aliado de Lula, Dilma e do PT. O casal Hernandes se mostrou fiel a Lula e Marta Suplicy.

E o próprio Malafaia cometeu seus pecados, apoiando duas vezes Lula para a presidência e na primeira vez o nefasto Sérgio Cabral para governador do Rio. E Dimenstein e a Folha de S. Paulo são fiéis àqueles que fielmente patrocinam seu jornalismo “objetivo, justo e imparcial”. Por pura coincidência, o maior patrocinador desse tipo de jornalismo é o próprio governo petista.

Se Dimenstein e a Folha de S. Paulo não tivessem essas ligações, poderiam de fato atirar a primeira pedra. Mas, como estão envolvidos até o pescoço, só podem lançar acusações preconceituosas e ladrar.

Em vez de ver o “ranço raivoso” que o STF, o movimento ideológico homossexual e o governo federal estão demonstrando sistematicamente contra a família e os bons costumes, Dimenstein prefere enxergar esse ranço entre os evangélicos.

Escritores católicos dão apoio à Marcha para Jesus

Entretanto, não é preciso ser evangélico para apoiar o bem que a Marcha para Jesus está fazendo. Até Reinaldo Azevedo e Nivaldo Cordeiro, que são católicos, estão dando todo apoio. Aliás, Nivaldo, que é colunista colega meu no site noticioso Mídia Sem Máscara, deu uma opinião positiva da Marcha para Jesus neste vídeo: http://www.youtube.com/watch?v=Lk33GVIutic

Portanto, em vez de criticarmos a Marcha para Jesus, denunciemos o apoio de protestantes, pentecostais e neopentecostais ao PT e ao socialismo. Esse, de longe, é um problema muito maior do que picuinhas doutrinárias.

O que estamos esperando? Se queremos fazer uma diferença saudável, denunciemos todo apoio evangélico ao PT e ao socialismo. Atacar a Marcha para Jesus, num momento crítico como esse, é suicídio e ser cúmplice das hostes satânicas enfurecidas com as manifestações do testemunho cristão na sociedade.

Fonte: www.juliosevero.com

Cadeia para os cristãos

Lei da homofobia pode instaurar ditadura gay no Brasil

Por Oziel Alves

Desde 2007, vem sendo travado um grande embate entre militantes gays e cidadãos brasileiros que consideram a homossexualidade um pecado diante de Deus ou que não se conformam em não poder opinar contra a prática homossexual.

O resultado tem sido tumultuoso. Enquanto o movimento gay avança e exige mais espaço, muitos protestam contra o estabelecimento de uma ditadura gay impondo censura da opinião própria — seja baseada em preceitos bíblicos ou não — e cadeia para os cidadãos desobedientes. A crescente demanda de processos contra sites, pastores e psicólogos cristãos comprova que a ameaça é real.

Denominado PLC (Projeto de Lei da Câmara) nº 122/2006, o projeto foi instituído pela ex-deputada Iara Bernardi (PT/SP) em 7 de agosto de 2001. Seu conteúdo, que trata das diversas formas de discriminação às classes minoritárias no Brasil, tem um item que fere diretamente os princípios morais da Igreja, conferindo ao comportamento homossexual as mesmas garantias previstas na Lei Caó nº 7716/89, que define como “crime imprescritível, inafiançável e sujeito à pena de reclusão” todo e qualquer preconceito à raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional.

Nesse caso, a inclusão do termo “orientação sexual” no texto desse PLC dá autoridade legal para transformar um sermão sobre “advertências condenatórias da Bíblia à prática homossexual” em crime de homofobia, sujeitando o pregador a pena de até cinco anos de detenção.

Segundo Zenóbio Fonseca, advogado, consultor jurídico e professor universitário da FGV (Fundação Getúlio Vargas), “esta proposta de lei é inconstitucional, pois entra em conflito direto com os princípios irrevogáveis de garantia à liberdade de pensamento, consciência, crença, religião ou convicção filosófica, expressos no Artigo 5º, incisos IV, VI, VII e IX da Constituição Federal. Tenho a nítida impressão de que querem criminalizar o cristianismo e calar os cristãos na manifestação de sua fé e valores sustentados pela Bíblia. Isso é uma violação expressa ao princípio constitucional, visto que todos têm o direito de ter a sua fé e expressá-la livremente, pois isso é inerente à existência humana”.

Apesar da inconstitucionalidade, injuridicidade e da oposição generalizada da população brasileira, o PLC 122/06 foi facilmente aprovado pela Câmara dos Deputados no dia 23 de novembro de 2006 sem que a Frente Parlamentar Cristã se desse conta “a tempo” da amplitude e nocividade de suas sanções ao Cristianismo. “Algo que poderia ter sido evitado se a bancada evangélica no Congresso não tivesse sido tão desatenta”, enfatiza o escritor Julio Severo, um dos líderes do movimento pró-família, que há 20 anos analisa as reivindicações dos homossexuais no Brasil.

Após o episódio, uma rede católica de apoio pró-família, com integrantes espalhados por todos os estados do Brasil, se mobilizou, divulgando um manifesto nacional contra o PLC 122, de autoria de Julio Severo. A partir de então, o Congresso Nacional recebeu milhares de mensagens eletrônicas indignadas e que reprovavam a decisão.

A mobilização alertou os senadores Magno Malta e Marcelo Crivella e diversos representantes católicos da CNBB (Conferência Nacional de Bispos do Brasil) que, imediatamente, se posicionaram, liderando uma forte resistência à aprovação do PLC 122/06.

Por conta da mobilização, a relatora do PLC 122, a senadora petista Fátima Cleide, perdeu sua reeleição. Em seguida, o projeto é arquivado, para ser desarquivado pela senadora petista Marta Suplicy, que se tornou sua relatora em 2011. Mesmo com as “amenizações” de Cleide no projeto, Suplicy reconheceu publicamente que o PLC 122 impõe multa e cadeia para pessoas que criticarem o homossexualismo dentro ou fora da igreja. Para isentar padres e pastores da ameaça de prisão, ela criou um adendo à lei, permitindo tais críticas apenas dentro das igrejas. Os programas de rádio e TV bem como revistas, jornais e livros religiosos estariam fora da isenção.

Se o Movimento Homossexual não tiver nenhuma outra “carta na manga”, há esperança de que o projeto de lei da “homofobia” continue a ser barrado pela população, que o vê como ditadura gay.
Zenóbio diz que o cenário político é delicado, pois “Não podemos esquecer que a criminalização da homofobia é um programa de governo do PT e conta com o apoio público de diversos Ministros de Estado, artistas e intelectuais”.

Enquanto políticos decidem a questão legal das proposições no Congresso, comunidades como a católica e evangélica temem o estabelecimento nacional de uma severa ditadura à opinião moral cristã. Se o PLC 122 ou qualquer outra lei de “homofobia” for aprovada, os homossexuais irão compor o primeiro grupo do planeta a ter o direito de imunidade a qualquer tipo de crítica ou atitude que contraponha os seus valores, sob alegação de discriminação sexual, obtendo, assim, superdireitos na sociedade. Um benefício que nem os negros, nem os índios, nem o papa, nem bispos, nem padres, nem pastores, nem o presidente da maior nação do mundo possuem.

A nova lei também concederá aos juízes — sob qualquer denúncia de discriminação — plenos poderes para, até mesmo sem a abertura de inquérito policial, ordenar a apreensão de livros, cessar transmissões radiofônicas ou televisivas, suspender atividades de pessoas jurídicas (como o fechamento de igrejas, entidades de apoio aos ex-homossexuais, órgãos de imprensa, entre outros), recolher Bíblias (ou algumas de suas folhas), bem como colocar na cadeia, por até 5 anos, qualquer pessoa que se opuser à prática, manifestando sua própria opinião. Julio Severo adianta que será uma lei que dará autoridade para o estabelecimento de uma grande perseguição religiosa. “Ela nem foi aprovada, mas os primeiros sinais do que ela pode fazer já chegam até nós”.

Em 2007, o juiz Dorival Moreira dos Santos, de Campo Grande (MS), determinou a retirada de circulação do livro A Maldição de Deus sobre o Homossexual, de autoria do evangélico Náurio Martins França. A solicitação partiu da Defensoria Pública por considerar que o livro estimula o preconceito e incita a violência.

Da mesma forma, os sites Mídia Sem Máscara, Ministério Apologético CACP e JesusSite foram intimados por terem publicado um texto de Jael Savelli [http://jaelsavelli.blogspot.com/2007/06/luiz-mott-pedofilia-j-enquanto-ainda.html] com citações de falas e escritos simpáticos à pederastia, atribuídos ao professor titular do Departamento de Antropologia da UFBa e decano do movimento homossexual da Bahia, Luiz Mott.

Ademir Kretzfeuld, pastor e líder da Igreja Confissão Luterana de Rancho Queimado, em Santa Catarina, foi mais um alvo atingido pela censura. Em 2007, ele foi intimado por homofobia. Sua infração foi avisar alguns patrocinadores cristãos de que o jornal local da cidade, chamado “O Tropeiro”, estava fomentando a normalidade da prática do homossexualismo, sendo praticamente um panfleto pró-homossexualidade. Dias depois, um ativista gay registrou um Boletim de Ocorrência na delegacia, denunciando o pastor por crime de homofobia.

A psicóloga Rozangela Alves Justino já não teve esta mesma sorte. Denunciada pelo movimento gay, foi processada por oferecer terapia aos homossexuais que desejam mudar de orientação. A base legal para esta cassação é a resolução ética do Conselho Federal de Psicologia nº 1/99 de 23 de março de 1999, que proíbe os psicólogos de “atuarem em serviços e eventos que proponham a recuperação do homossexual à heterossexualidade”.

Muitos outros profissionais e líderes cristãos testemunham sobre as ameaças de processo e até de morte que têm recebido por parte de alguns homossexuais. Pastor Silas Malafaia já foi alvo do Ministério Público Federal. Julio Severo, que monitora e denuncia todos os passos do movimento gay através de seu blog, se mantém escondido em outro país para proteger a família de represálias. Ele estampa abertamente em seu site — que já chegou a ser retirado do ar por denúncias de militantes gays — uma conversa entre dois ativistas gays capturada no orkut, em que um pergunta ao outro: “Mais nada pode ser feito para calá-lo ou puni-lo?” O outro responde: “Por enquanto, não. Se a lei anti-discriminação for aprovada, isto é, se a homofobia tornar-se crime, aí sim poderemos fazer algo. Por isso, todo esse povo aí, religioso, está fazendo uma muvuca para que ela não seja aprovada”.

A luta tem sido grande. Uma das desculpas que têm motivado o movimento homossexual a invadir espaços legais é um suposto alto índice de criminalidade e violência contra gays. Mas mesmo essa desculpa não tem alicerce, pois se são assassinados uns 200 homossexuais por ano, muitos vítimas de violência em ambiente de drogas e prostituição, o restante da população paga um preço muito mais alto na violência do Brasil: são mais de 50 mil assassinatos por ano.

Para Silas Malafaia, “este negócio de homofobia é a palavra mais idiota que inventaram. Porque homofobia é uma doença, segundo a Psiquiatria. Então, homossexuais podem nos chamar de homofóbicos, de doentes, porque somos contra a prática deles. Mas se você disser que eles são doentes, você é processado. O que temos é um conceito firmado de que ninguém nasce homossexual. É uma questão comportamental. Um macho homossexual e um macho heterossexual têm a mesma ordem cromossômica. Uma fêmea homossexual e uma fêmea heterossexual têm a mesma ordem cromossômica. Não existe uma raça homossexual. É homem ou mulher por determinação genética, e homossexual por imposição ou preferência. Esta é que é a verdade. E, à luz da Teologia e da Bíblia, é perversão moral. Esta lei é esdrúxula e co-subjetiva beneficiá-los”.

É óbvio que se a Constituição garante a liberdade de credo e expressão, e se a Bíblia condena o homossexualismo, deveria permanecer assegurado tanto a pastores como a crentes a pregação de suas convicções religiosas. Mas com o PLC 122 ou outra lei contra “homofobia” aprovada, será revogada não só a Constituição, mas também a Bíblia em suas condenações explícitas e inequívocas da relação sexual homossexual.

Fonte: Jornal Povo Cristão.
Divulgação: www.juliosevero.com